Vingadores: Ultimato segue quebrando diversos recordes no cinema, se estabelecendo como um dos maiores filmes de todos os tempos. Todo grande filme tem um grande protagonista e em Vingadores: Ultimato, existem diversos argumentos que apontam para o protagonismo de Steve Rogers, o Capitão América. Mas há quem diga que Tony Stark, o Homem de Ferro, foi o verdadeiro protagonista.

O ScreenRant listou 5 motivos que mostram que o Capitão América é o protagonista de Vingadores: Ultimato, e 5 motivos indicando que o astro principal na verdade foi o Homem de Ferro.

Confira os argumentos a seguir.


CAPITÃO AMÉRICA

5 – O tempo de tela

Um dos motivos que apontam o protagonismo do Capitão América em Vingadores: Ultimato é simplesmente a quantidade de minutos em que ele aparece na tela. Com 66 minutos de tempo de tela, Steve Rogers é o personagem mais presente no filme, superando Tony Stark em 4 minutos. Ele assume um papel central durante os 3 atos do filme.

4 – A melhor cena de Vingadores: Ultimato

Se teve um momento em Vingadores: Ultimato que levantou os fãs da cadeira, foi quando o Capitão América utilizou o Mjolnir pela primeira vez em batalha. Depois da indicação de que isso poderia ser possível em Vingadores: Era de Ultron, em Vingadores: Ultimato Steve Rogers finalmente utiliza o poderoso martelo de Thor para enfrentar Thanos em uma das melhores cenas de ação do filme.

3 – Vingadores, Avante!

Desde o primeiro filme dos Vingadores que os fãs esperam que Steve Rogers diga sua famosa frase “Vingadores, Avante!”. Depois dos Irmãos Russo brincarem com essa possibilidade ao longo de diversos filmes do MCU, em Vingadores: Ultimato o Capitão América finalmente tem a chance de convocar os Vingadores para o combate usando sua icônica frase em uma das cenas mais épicas da história do cinema.

2 – Uma vida de verdade

Além das cenas épicas, Vingadores: Ultimato dá para Steve Rogers um final feliz e uma vida de verdade para se viver. Depois de tanto lutar, o Capitão América volta para o passado para viver uma vida pacífica com sua amante Peggy Carter, o que encerra a história iniciada no primeiro filme do herói de maneira extremamente bonita satisfatória.

1 – Um substituto

O mundo precisa do Capitão América, seja ele quem for. O herói é um símbolo de justiça, força e inteligência que serve de inspiração para todos dentro e fora do Universo Marvel. Em Vingadores: Ultimato, depois de se “aposentar” Steve Rogers ainda tem a chance de escolher seu sucessor. Veremos como será o papel de Sam Wilson como Capitão América a partir de agora, mas é certo que assim como Steve Rogers seu lugar deve ser sempre de destaque e protagonismo.

HOMEM DE FERRO

5 – Um grande problema resolvido

Sem a inteligência do Homem de Ferro, a história de Vingadores: Ultimato sequer teria começado. É graças a ele que os Vingadores conseguem utilizar a tecnologia de Scott Lang para viajar no tempo e roubar as Joias do Infinito. Bruce Banner até chega perto de descobrir o segredo da viagem no tempo, mas no fim das contas apenas Tony Stark é brilhante o suficiente para aperfeiçoar o que precisava ser melhorado.

4 – O momento mais importante de Vingadores: Ultimato

É claro que estamos falando do “estalo” de Tony Stark. Vários heróis tiveram sua importância em Vingadores: Ultimato, mas Tony foi de longe o mais importante de todos. Se ele não tivesse utilizado as Joias do Infinito para derrotar Thanos de uma vez por todas no final do filme, não só os atos heróicos dos Vingadores teriam sido em vão mas o próprio MCU teria deixado de existir, o que deixa claro que todos devem (e muito) ao Homem de Ferro.

3 – As últimas palavras de Pepper

Quando Tony está a beira da morte e sua esposa Pepper diz que “vai ficar tudo bem, você pode descansar agora”, nós entendemos o verdadeiro significado e importância do herói para Vingadores: Ultimato e para o MCU. Tony Stark/Homem de Ferro é o coração do Universo Marvel nos cinemas, ele é o centro gravitacional que une todas as histórias e sua presença será para sempre sentida pelos fãs.

2 – O funeral do Homem de Ferro

Essa é uma das cenas mais emocionantes de Vingadores: Ultimato, além de mostrar toda a importância do Homem de Ferro dentro daquele universo. Quase todos os personagens que conhecemos estão presentes no funeral de Tony Stark. Esse momento icônico mostra a importância do herói, que se sacrificou para que todos ali presentes pudessem viver mais um dia.

1 – Nenhum substituto

Muitos fãs queriam que Tony Stark escolhesse um substituto antes de sua morte em Vingadores: Ultimato. O mais próximo que temos de um sucessor do Homem de Ferro é seu aprendiz Homem-Aranha, que nem chega a ser um sucessor de verdade pelo simples fato de Peter Parker ser uma pessoa totalmente diferente de Tony Stark. No fim das contas, a mensagem que os Irmãos Russo passam aqui é clara: Ninguém pode substituir o Homem de Ferro.