Depois do fim controverso de Game of Thrones, a HBO parece ter acertado de vez com sua nova série, Chernobyl. Aterrorizante e complexa, a série vem sendo elogiada por seu roteiro, fotografia, direção e produção impecáveis, o que deve garantir diversos prêmios para Chernobyl em breve.

O WhatCulture listou 7 motivos para você assistir Chernobyl, a nova série da HBO.

7. O retorno da TV inteligente

A HBO sempre escolheu fazer projetos ambiciosos, que fogem do puro e simples entretenimento e entregam algo diferente, algo a mais. Assim como Game of Thrones e Westworld, Chernobyl é uma série muito inteligente e complexa. Não existem vilões, não existem mocinhos, tudo tem muitas nuances e a série faz questão de destacar isso. Além disso, a série não tenta agradar o público mostrando apenas violência e cenas impactantes, tudo tem um significado mais profundo e sério do que parece.


6. O ritmo

Chernobyl foi divulgada como uma minissérie, o que significa que os 5 episódios da primeira temporada provavelmente serão os únicos que a produção da HBO terá. Graças aos poucos episódios, a série não tem tempo a perder e cada segundo vale muito. Nenhuma cena é desperdiçada e a série é muito focada nos seus personagens e acontecimentos, o que acaba dando um ritmo bem agradável para o espectador.

5. O terror

Ao lado do ritmo, outra qualidade de Chernobyl é a sua capacidade de aterrorizar a audiência a cada episódio. A maneira em que a série da HBO explora isso é fantástica, já que ela explica de maneira didática os efeitos da radiação, o que faz com que quando eles apareçam na prática, o espectador entenda o que está acontecendo e fique ainda mais assustado pelo que está por vir. Essa é uma maneira inteligente de manter as pessoas na ponta do sofá, ao mesmo tempo que em se constrói um roteiro inteligente.

4. O quão inevitável tudo parece

Existe uma certa inevitabilidade terrível em Chernobyl, A série da HBO gera uma sensação de desespero muito grande no espectador, já que ele sabe que os efeitos da radiação são terríveis e praticamente imparáveis. Personagens saudáveis podem morrer em um segundo, assim como animais. Chernobyl não glorifica a violência de maneira barata, mas mostra a sensibilidade por trás dela.

3. O visual

Todo o brilhantismo do roteiro não serviria de nada sem efeitos visuais incríveis e Chernobyl também é impecável nesse aspecto. A série da HBO tem cenas que são visualmente belíssimas e ao mesmo tempo assustadoras, acertando tanto nas cenas mais grandiosas e ao ar livre quanto nas cenas fechadas e menores. Chernobyl é mais uma série da HBO que tem um valor de produção impressionante, algo que já é marca registrada do canal.

2. Stellan Skarsgaard

Como quase todas as séries da HBO, Chernobyl não tem um personagem principal, investindo mais em um elenco forte com diversos atores de qualidade ao invés de uma grande estrela. Mesmo assim, Stellan Skarsgaard se destaca mais do que os outros. A atuação dele na série é simplesmente incrível e ele entrega um personagem furioso e aterrorizante, bem diferente dos personagens mais calmos que ele costumava fazer. Apesar de não ser uma grande estrela, a atuação de Skarsgaard deve atrair muita gente para a série.

1. Conspiração

Chernobyl retrata uma União Soviética no auge da Guerra Fria, o que significa que por mais que o foco seja a grande catástrofe, também exista uma certa conspiração por trás da história que torna ela ainda mais interessante. A grande graça dos personagens de Chernobyl é que ao mesmo tempo em que eles são pessoas comuns como nós, eles também são pessoas completamente diferentes, envolvidas em um contexto político muito particular dos anos 80. No fim das contas, Chernobyl não tem nenhum confronto de bem contra o mal, mas sim algo muito mais complexo e denso do que isso, o que explica o sucesso estrondoso da série da HBO.

O último episódio de Chernobyl vai ao ar hoje (3), na HBO. Todos os episódios da série estão disponíveis no HBO Go.