Desde o começo de Game of Thrones, havia muito terreno para cobrir e muita alteração foi necessária para se encaixar na narrativa que a série contava. Dito isto, ainda houve diversão nos últimos episódios: algumas das melhores ações em toda a série, reviravoltas e revelações, bem como momentos-chave com impacto emocional. Descubra aqui as dez mudanças mais inteligentes que a HBO fez em relação aos livros de George R.R. Martin.

O final

Apesar de divisivo, o final da oitava temporada de Game of Thrones foi cheio de atuações emocionantes e momentos agridoces prometidos desde o começo. Também pareceu em sintonia com estilo de George R.R. Martin de contar histórias, embora ainda não saibamos como os livros terminam. Será divertido acompanhar como os romances restantes serão diferentes do que foi mostrado na série.


Drogon contra o exército de Lannister

Na sétima temporada de Game of Thrones, finalmente acompanhamos Daenerys Targaryen montando um dragão em batalha e fazendo um belo estrago. Nos livros, o poder total dos dragões ainda não foi totalmente revelado, sendo que eles apenas mataram alguns supostos heróis e Daenerys mal começou a montá-los.

A explosão do Grande Septo de Baelor

Em Game of Thrones, a vingança de Cersei por sua vergonha pública chega de maneira espetacular. Ninguém esperava que a vilã explodiria um prédio inteiro no meio de Porto Real, em grande parte cheio de inocentes, apenas para eliminar alguns de seus inimigos. Quem estamos enganando? É claro que todos esperavam!

A grande revelação de Jon

A origem de Jon Snow sempre foi um dos maiores segredos de Game of Thrones. Nos livros, ainda não sabemos como as coisas terminam. Mas na série, Jon Snow, que há muito tempo pensava ser filho bastardo de Ned Stark, na verdade é seu legítimo sobrinho: Jon é Aegon Targaryen, filho de Rheagar Targaryen e Lyanna Stark, herdeiro legítimo do Trono de Ferro.

A batalha de Hardhome

A batalha de Hardhome foi uma das melhores coisas de Game of Thrones. Foi intensa, sinistra e, mais importante, cheia de mortes. Este evento recebeu apenas uma mera menção nos livros, sendo reduzido a alguns rumores envolvendo Jon Snow e Cotter Pyke.

A ressurreição de Jon

Quando Jon Snow foi traído e morto por seus irmãos da Patrulha da Noite, foi um grande choque. Felizmente, Melisandre trouxe-o de volta à vida. Ainda não sabemos o destino de Jon nos livros, só está implícito que ele foi morto, então, por tudo que sabemos, ele pode ter morrido permanentemente, mas é improvável.

O dragão zumbi derrubando a muralha

Depois de lutar contra os mortos-vivos, o dragão de Dany, Viserion, é morto pelo Rei da Noite e prontamente se transformou em seu próprio e novo dragão zumbi. Cavalgando o dito dragão, ele leva seu exército para a Muralha e desencadeia uma tempestade de fogo azul, destruindo tudo em seu caminho, incluindo o Castelo Negro. Obviamente, os livros nem sequer chegaram perto de fazer algo assim.

A morte de Hodor

Tudo o que Hodor queria era servir a Casa Stark fielmente. No entanto, morreu tragicamente. O destino de Hodor ainda é um mistério nos livros, mas parece provável que tenha suas semelhanças com Game of Thrones. Ele estava sempre destinado a se sacrificar para salvar Bran? O tempo vai dizer.

Arya contra os Frey

O Casamento Vermelho foi perturbador para os fãs, trazendo muitas mortes de personagens importantes, tudo porque Walder Frey se sentiu menosprezado. Mais tarde, finalmente conseguimos nossa vingança. Os ataques de Arya à Casa Frey foram inesperados e satisfatórios: Arya se disfarçou de servente antes de revelar a Walder que havia matado e servido seus filhos dentro de tortas de carne antes de cortar sua garganta.

A Batalha dos Bastardos

A Batalha dos Bastardos foi a melhor de Game of Thrones, um show repleto de lutas épicas. Foi um espetáculo total e uma festa para os olhos, uma cena lindamente gravada, além de ser uma das lutas mais sujas que já aconteceram na TV. Nos livros, essa batalha icônica ainda não chegou a acontecer.