Game of Thrones chegou ao fim, e o episódio final da série desagradou muitos fãs. Desenvolvimento essenciais de personagens foram ignorados, e a história pareceu ter sido acelerada além da conta.

Agora, fãs da série têm que se conformar com o final que ganharam, já que Game of Thrones não terá uma nona temporada.

Mesmo assim, o site TV Guide levantou possibilidades de tramas para uma nova temporada imaginária da série. O que poderia acontecer se Game of Thrones não tivesse chegado ao fim.


Confira abaixo!

A Batalha dos Ressuscitados

Entre as cenas do episódio final de Game of Thrones, talvez a que mais irritou os fãs foi a da morte de Daenerys. A Rainha dos Dragões é assassinada por Jon Snow, que se aproveita de seu relacionamento com Dany para matá-la.

Caso a série optasse por uma nova temporada, a cena decepcionante poderia se tornar o início de algo incrível. Drogon poderia levar o corpo de Dany para Essos, onde a sacerdotisa Kinvara poderia invocar o Senhor da Luz para ressuscitá-la. O método funcionou com Jon Snow, e poderia muito bem funcionar com a Khaleesi, principalmente pelo fato de Kinvara ser considerada muito mais poderosa que Melisandre.

Depois de seu retorno à vida, Daenerys poderia retornar para Westeros e lutar contra seu ex-amado, em uma batalha pelo destino do reino.

Arya e os Homens Sem Rosto

O final de Arya em Game of Thrones foi condizente com a personalidade da jovem. Arya não queria permanecer em Westeros, e nunca teve interesse em governar ou se aproveitar da influência das grandes casas.

A assassina termina a série embarcando em uma jornada rumo ao desconhecido, com a intenção de descobrir o que há “a oeste de Westeros”.

Em sua viagem, Arya poderia retornar à academia dos Homens Sem Rosto, revisitar Jaqen H’ghar e até mesmo servir com mentora de novos alunos.

A Grande Libertação

Outra jornada que poderia ter explorada em uma nona temporada de Game of Thrones seria a de Verme Cinzento.

O comandante dos Imaculados poderia utilizar seu exército para libertar escravos do mundo todo. Como ele mesmo já foi um escravo, com certeza seus métodos seriam mais pacíficos que os de Daenerys.

Além disso, ele poderia se reunir novamente com Daario Naharis, que não deu o ar de sua graça na temporada final da série.

Uma guerra entre famílias

No episódio final de Game of Thrones, um conselho com as grandes casas de Westeros é formado para decidir quem será o novo rei. Mesmo com a escolha de Bran, os ânimos permaneceram exaltados, a escolha não foi tão popular assim. Seria interessante ver como as outras casas de Westeros reagiram ao anúncio de Bran como Rei, e como seria o governo individual de cada região do Reino.

O colapso do conselho

Infelizmente, Game of Thrones não mostra como se deu o governo de Bran em Westeros. Com a formação inusitada de seu Pequeno Conselho, o reino pode estar à beira de uma crise inimaginável.

A possibilidade de Bronn não conseguir desempenhar seu papel de Mestre da Moeda é grande, e com tantos personagens interagindo e tentando lutar por seus próprios objetivos, Bran teria um grande desafio pela frente.

Bran, o Brutal

Uma nova temporada de Game of Thrones poderia apostar em uma reviravolta realmente impressionante e transformar Bran em um vilão e péssimo rei.

A série já estabeleceu que o poder corrompe, e seria extremamente interessante ver o que Bran poderia fazer se utilizasse suas habilidades para o mal.

Infelizmente, tudo isso fica apenas para a imaginação dos fãs.