Agora que Game of Thrones chegou ao fim, os fãs da série estão ansiosos para saber como a HBO vai explorar a franquia daqui pra frente. A HBO já está produzindo o primeiro spin-off de Game of Thrones, que trabalha com o título provisório de The Long Night. A nova série deve focar em eventos que aconteceram mil anos antes de Game of Thrones, mostrando a criação dos White Walkers, o surgimento das casas de Westeros, criaturas fantásticas e o conflito entre os Primeiros Homens e os Filhos da Floresta.

O ScreenRant fez 10 previsões sobre o novo spin-off de Game of Thrones.

10. Vai contar a história do Rei da Noite

Depois de toda a construção do personagem ao longo de oito temporadas, o Rei da Noite teve um fim bem decepcionante em Game of Thrones, saindo de cena sem que sua história pregressa fosse totalmente explicada. É bem provável que isso tenha sido intencional, já que o personagem deve ser explorado na nova série da HBO.


Muitos fãs teorizam que o Rei da Noite na verdade era um Stark que foi capturado pelos Filhos da Floresta e transformado em White Walker para enfrentar os Primeiros Homens. Porém, o Rei da Noite acaba traindo os Filhos da Floresta, o que gera uma aliança inesperada entre os Filhos e os Primeiros Homens. Verdade ou não, essa teoria certamente terá destaque no spin-off de Game of Thrones.

9. Vai contar a história dos Filhos da Floresta

Os Filhos da Floresta tiveram algumas pequenas aparições durante a quarta e sexta temporadas de Game of Thrones, mas elas não foram o suficiente para explorar as criaturas como elas mereciam. O novo derivado deve focar muito na história dos Filhos da Floresta e em sua cultura, desenvolvendo também os eventos que os levaram ao conflito com os Primeiros Homens.

8. Vai explorar a cultura dos White Walkers

Para muitos, os White Walkers são personagens bem bidimensionais, ou seja, apenas criaturas ameaçadoras e visualmente impactantes. A nova série de Game of Thrones pode enriquecer os White Walkers como personagens, mostrando sua cultura, linguagem, motivações e muitas outras coisas que ficaram de fora da série principal. Um exemplo disso é o idioma dos White Walkers, que existe nos livros escritos por George R.R. Martin e é chamado de Skroth.

7. Vai revelar quem foi o Primeiro Homem

Existe uma especulação que diz que o novo derivado de Game of Thrones vai focar no Primeiro Homem, que vai ser transformado em Rei da Noite pelos Filhos da Floresta. Porém, uma teoria diz que antes de entrar para o exército dos mortos, o Primeiro Homem descobriu o segredo para derrotá-los, que envolve o uso de vidro de dragão, que no fim das contas é o que fez com que a primeira Longa Noite fosse encerrada e os White Walkers fossem derrotados de vez.

O Primeiro Homem também pode envolver os segredos da Casa Stark e a vida de Bran o Construtor, criador da Muralha de Game of Thrones.

6. O surgimento das Casas

Todas as casas famosas de Game of Thrones tiveram origens épicas, com personagens amáveis, cruéis, inteligentes e estúpidos que viveram histórias tão impactantes quanto as que acompanhamos na série principal. Como o novo spin-off deve se passar mil anos antes dos eventos de Game of Thrones, a tendência é que nada disso exista e que sejamos apresentados a uma versão primitiva e selvagem de povos que vão se transformar gradualmente nas casas que conhecemos no futuro.

5. Deuses Antigos e raças pré-históricas

Em Game of Thrones, temos vários indícios sobre o passado de Westeros, época em que gigantes andavam pela terra e os Deuses Antigos observavam todos os habitantes atentamente. É bem provável que a nova série explore esse lado místico de Game of Thrones, mostrando os gigantes, os Filhos da Floresta e os Selvagens interagindo, além de explorar também todo o mistério por trás dos Deuses Antigos e das cultuadas Árvores Coração.

4. Vai focar no Leste

Game of Thrones é focada majoritariamente em Westeros, mas tivemos alguns eventos focados em Essos, continente que fica ao Leste. Apesar da exploração de diversas cidades por lá, existem muitos locais do mundo criado por Martin que ainda não foram explorados nem mesmo nos livros, o que abre espaço para que a nova série entre nesse espaço desconhecido. Cidades como Yi-Ti, a mais antiga civilização do mundo de Martin, poderiam ser visitadas ocasionalmente no novo derivado da HBO.

David Benioff e D.B. Weiss, criadores da série da Game of Thrones.

3. Diferentes roteiristas

Os fãs de Game of Thrones ficaram bem irritados com o trabalho dos roteiristas David Benioff e D.B.Weiss ao longo das duas últimas temporadas, que tiveram uma história extremamente acelerada. Os dois não estão envolvidos na nova série, o que significa que o roteiro será bem diferente do de Game of Thrones. Além disso, por se tratar de uma história que ainda não foi explorada por Martin nos livros, a chance da série decepcionar os fãs mais fanáticos é bem menor, já que não existe uma comparação a ser feita.

2. A era de Valíria

Em vários momentos, Game of Thrones mencionou o Império de Valíria, casa dos senhores de dragões – como os Targaryen. O Império de Valíria, sua linguagem própria, suas armas e seus dragões poderiam ser explorados pela nova série (ou até por outro spin off futuro), já que Martin ainda deixou muitos mistérios sobre A Era de Valíria em seus livros.

1. Sem Trono de Ferro e Porto Real

O “Jogo dos Tronos” foi bem interessante de se acompanhar ao longo das oito temporadas de Game of Thrones, mas chegou a hora de explorar outros períodos de Westeros. A nova série se passa muito antes da criação do Trono de Ferro e de Porto Real, o que significa que os personagens da nova série viverão em um mundo em que a política e a cultura são totalmente diferentes, abrindo margem para histórias extremamente interessantes e inovadoras.

Todas as temporadas de Game of Thrones estão disponíveis no HBO Go.