Durante as 15 temporadas de Grey’s Anatomy, fãs assistiram amores nascendo, crescendo e morrendo.

Inúmeros casais se conheceram e se despediram no hospital, e vários desses términos ainda não foram superados pelos fãs.

O site Screen Rant separou os 10 términos mais dolorosos de Grey’s Anatomy; confira abaixo!


Izzie e Alex

O sucesso massivo de Grey’s Anatomy sofreu uma certa queda com a despedida de Katherine Heigl, cuja personagem Izzie foi cortada da série após uma briga com a então showrunner Shonda Rhimes. O pior é que os últimos episódios de Izzie conseguiram destruir a relação tão bonita que ela cultivava com Alex.

April e Jackson

April e Jackson eram um dos casais preferidos dos fãs. O relacionamento dos dois era realmente uma montanha-russa de emoções. Mesmo assim, os roteiristas optaram por terminar a relação dos personagens e cortar April da série.

Mark e Lexie

Mesmo com diferenças de idade e personalidade, Lexie e Mark pareciam feitos um para o outro. Os personagens não terminaram, porém o relacionamento acabou de forma abrupta. Os dois morreram em um trágico acidente de avião.

Cristina e Meredith

Esse término não é bem um término, e também não reflete uma relação romântica. No entanto, uma das amizades mais icônicas da série teve que ser interrompida após Cristina deixar o Grey Sloan Memorial para trabalhar na Suíça. A última temporada de Sandra Oh é de partir o coração, e sua despedida de Meredith mexeu com as emoções de muitos fãs.

Alex e Rebecca

Na terceira temporada de Grey’s Anatomy, Alex salva uma mulher que ficou presa em um acidente de barco. Sua ação nobre tem consequências nocivas, no entanto. Rebecca, a mulher que ele salvou, sofria com vários problemas mentais.

Cristina e Preston

O romance de Cristina e Preston foi um dos primeiros criados por Grey’s Anatomy, e já começou com drama e dificuldades. Na terceira temporada, o casal decide oficializar a união. No entanto, em um dos episódios mais tristes da série, Preston abandona Cristina no dia do casamento.

Addison e Mark

O affair de Addison e Mark era parte importante das primeiras temporadas da série. O relacionamento era destrutivo, e a maior repercussão do término foi a saída de Addison de Grey’s Anatomy. A personagem ganhou um derivado solo, Private Practice.

Miranda e Tucker

O término de Miranda e Tucker pode não ter impressionado o público, mas foi devastador para a personagem. Após um acidente que deixa Tuck Jr. no hospital, a Dra. Bailey e Tucker começam a ter sérios problemas, e acabam se divorciando.

Ellis e Richard

O romance de Ellis e Richard é mostrado principalmente em flashbacks, e foi crucial para a série. Os dois se conheceram como estagiários no hospital, se casaram e moldaram a série. Meredith não seria quem é se eles tivessem continuado juntos.

Callie e Arizona

Callie é uma das personagens mais cativantes e icônicas que já passaram por Grey’s Anatomy. Ela passa por uma grande jornada de autodescoberta e se assume bissexual, começando um relacionamento com Arizona. A relação foi um romance épico, e por isso mesmo o término foi tão triste para os fãs.