Turma da Mônica: Laços é a primeira adaptação em live-action dos icônicos quadrinhos de Mauricio de Sousa. Com essa oportunidade, é claro que o filme de Daniel Rezende traria muitos easter eggs e referências aos quadrinhos.

Aqui, reunimos todos os detalhes que pudemos encontrar de primeira.

Confira abaixo.


Horácio

Em um dos muitos objetos de cena espalhados pelo quarto de Cebolinha, vemos uma pelúcia do famoso dinossauro Horácio. Fica a expectativa de um dia o vermos retratado nas telas.

Jotalhão

A citação ao elefante Jotalhão também acontece via bichinhos de pelúcia escondidos, mas com um toque a mais. Em uma cena na cozinha envolvendo os pais de Cebolinha, vemos que a Dona Cebola lê um jornal com uma manchete alertando para o nascimento bizarro de um elefante verde, em mais uma referência a Jotalhão.

Titi, Jeremias, Quinzinho, Aninha e Xaveco

Não tivemos tantas aparições de outros personagens icônicos do Bairro do Limoeiro, mas alguns marcam presença esporadicamente. Vemos Titi paquerando Aninha, Xaveco e Jeremias conversando e Quinzinho oferecendo muita comida para uma encantada Magali.

Mauricio de Sousa

Nosso Stan Lee! Quando a Turma da Mônica espalha cartazes pela cidade enquanto procuram Floquinho, as crianças param em uma banca de jornal onde o próprio Mauricio de Sousa os ajuda. Não bastasse a ponta, ele ainda arruma gibis do Chico Bento, então é uma referência dupla.

Alma Penada e Cranicola

Quando a turma atravessa um cemitério na calada da noite, Cascão logo teme que eles encontrem alguma “alma penada”, e os fãs da Turma da Mônica imediatamente lembram do carismático Penadinho. Até mesmo quando Mônica e Magali vestem um lençol para assustá-los, é impossível não lembrar do fantasma das HQs. Sem falar que uma caveira em cima de uma pedra logo nos remete ao Cranicola.

Os sapatos

Essa pega bem na veia dos fãs dos quadrinhos. Quando a turma cai em um morro na floresta, todos eles acordam sem sapatos após o impacto, exceto Cebolinha, que se orgulha de ter mantido seus calçados. É uma referência ao fato de que Mônica, Cascão e Magali sempre andam descalços nos quadrinhos.

O Louco

Não é bem uma referência, e sim uma participação especial, mas Rodrigo Santoro interpreta o Louco em uma das melhores cenas do filme. O visual está idêntico, e há até mesmo uma referência ao nome original do personagem, Licurgo Orival Umbelino Cafiaspirino de Oliveira.

O tema musical

Quem assistiu aos desenhos animados da Turma da Mônica vai reconhecer o tema icônico na adaptação de Laços. De forma discreta, o compositor Fábio Góes traz os acordes à trilha sonora do filme.

Papa-Capim

Próximo do final de Laços, temos mais uma tomada da Dona Cebola lendo um jornal, e uma manchete chama a atenção. É uma reportagem sobre um menino indígena, e logo pensamos no Papa-Capim.

Turma da Mônica: Laços está em exibição nos cinemas.