X-Men: Fênix Negra é o pior filme da franquia; veja 10 motivos

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A franquia X-Men é uma das mais importantes para a consolidação dos filmes de super-heróis nos cinemas, o que torna triste ver um desfecho de forma tão decepcionante com X-Men: Fênix Negra.

É de longe o pior filme dessa franquia de 19 anos, e listamos aqui 10 motivos (e poderiam haver mais) que suportam esse fato.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Confira abaixo.

Desperdício do elenco

Foi praticamente um milagre que a Fox tenha conseguido trazer de volta o magistral elenco da segunda trilogia de volta, com James McAvoy, Michael Fassbender, Nicholas Hoult, Jennifer Lawrence e a nova geração de Apocalipse. É extremamente decepcionante vê-los completamente no automático, e ainda desperdiçando a excepcional Jessica Chastain.

Sophie Turner não segura

X-Men: Fênix Negra dependia de muitas coisas para suceder, mas principalmente da performance central de Sophie Turner. Infelizmente, a talentosa atriz não é capaz de vender a dualidade de Jean Grey, muito menos o senso de ameaça que a Fênix Negra traz. Algo que Famke Janssen fez de forma mais memorável em X-Men: O Confronto Final.

Os alienígenas

Eu pessoalmente não gosto dos Skrulls em Capitã Marvel, mas nada perto do que X-Men: Fênix Negra traz aqui. A raça alienígena é um dos elementos mais genéricos e desinteressantes que a franquia já viu, sem espaço para explorar mitologia, habilidade ou ao menos um visual estimulante. Péssimo.

Direção fraca

A franquia X-Men sempre teve bons nomes na direção, com Bryan Singer, Matthew Vaughn e James Mangold fazendo maravilhas visuais. O roteirista Simon Kinberg acabou usando X-Men: Fênix Negra para fazer sua estreia por trás das câmeras, e infelizmente o resultado é quadrado demais, sem brilho, criatividade ou inventividade. Nada tem pulso, principalmente no item a seguir.

Ação sem brilho

Fruto da direção sem pulso de Simon Kinberg, X-Men: Fênix Negra é entendiante em termos de ação. Não há nenhuma sacada no nível das cenas do Mercúrio de Bryan Singer ou até a cena da ponte Golden Gate de O Confronto Final; é tudo feito da forma mais básica e sem graça possível.

Nem Hans Zimmer salva

Hans Zimmer no gênero de super-heróis é sempre algo interessante, e o compositor alemão até trouxe bons toques na trilha de X-Men: Fênix Negra. Porém, no geral, é uma música que não alcança a grandiosidade dos temas icônicos de John Ottman, Henry Jackman e John Powell.

Errou a Fênix de novo

X-Men: O Confronto Final já havia trazido uma adaptação imperfeita da Saga da Fênix Negra, mas o novo filme consegue ser ainda mais esquecível. Erra o tom, o ritmo e também não traz o desenvolvimento necessário de seus personagens para causar o impacto desejado – especialmente na relação entre Scott e Jean.

Uniformes decepcionantes

O final de X-Men: Apocalipse trouxe a promessa dos uniformes clássicos para a equipe, e o resultado parecia incrível. X-Men: Fênix Negra começa e os heróis surgem com trajes muito mais genéricos e desinteressantes, e que não superam o que vimos em 2016. Isto é, quando os mutantes usam uniformes, já que passam metade do longa em ação com trajes civis.

Conclusão sem impacto

Quando colocamos X-Men: Dias de um Futuro Esquecido, Logan e até mesmo Apocalipse na balança, todos tiveram uma sensação de desfecho muito mais válido do que X-Men: Negra. O que o filme de Simon Kinberg trazé burocrático e pragmático, e ainda insiste em colocar um pequeno “e se” na cena final. A franquia deveria ter acabado com Logan.

Não há um Hugh Jackman

Claro, um filme dos X-Men não precisa de Hugh Jackman para ser bom (ver Primeira Classe), mas não há ninguém no nível do ator em X-Men: Fênix Negra. Até mesmo o péssimo X-Men Origens: Wolverine se beneficia do talento intenso do ator, e Fênix Negra carece de uma performance forte – com apenas James McAvoy e Michael Fassbender trazendo um trabalho interessante.

X-Men: Fênix Negra está em exibição nos cinemas.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio