Há exatos 30 anos, Seinfeld estreava no canal americano NBC. Exibida entre 1989 e 1998, a sitcom, que era considerada uma série “sobre o nada”, mudou completamente o formato das comédias para a televisão. Por nove temporadas, os fãs puderam acompanhar o dia a dia dos protagonistas – Jerry, George, Elaine e Kramer – quatro pessoas de caráter extremamente duvidoso, o que no fim das contas tornava a série ainda mais engraçada.

Para comemorar os 30 anos do lançamento de Seinfeld, o ScreenRant listou 10 ocasiões em que a série influenciou a cultura pop.

‘The Soup Nazi’

O episódio ‘The Soup Nazi’, da 7ª temporada de Seinfeld é um dos mais celebrados pelos fãs até hoje. Nele, os protagonistas frequentam um novo restaurante de sopas comandado por Yev Kassem, um homem rígido e obcecado por regras. Em seu restaurante, aqueles que não pedem a sopa corretamente – ou ao menos da maneira em que ele acha correta – são expulsos do local para sempre.


Yev sempre falava a frase “Sem sopa pra você!” quando alguém não seguia suas regras absurdas. Essa frase, esse personagem e esse episódio no geral são algumas das coisas mais lembradas de Seinfeld até hoje.

Festivus

Na nona e última temporada de Seinfeld, uma das invenções mais icônicas da série é introduzida. No episódio ‘The Strike’, Frank Constanza, o pai de George, cria o famoso feriado Festivus. Uma alternativa às festas de fim de ano, o Festivus é uma data utilizada para celebrar a “Exibição de Desgostos” e “Demonstração de Força”, sendo uma espécie de crítica ao espírito de falsa esperança natalino. Na celebração, as pessoas desejam um bom feriado para as outras entoando a frase: “Festivus para o resto de nós”.

A camisa bufante

Uma das piadas mais icônicas de Seinfeld até hoje é a história da camisa bufante. No episódio ‘The Puffy Shirt’ da 2ª temporada da série, Jerry acaba concordando – sem saber – em utilizar uma camisa ridícula de pirata em uma aparição no Today Show da NBC, um programa ao vivo, onde ele é ridicularizado. A imagem de Jerry com a camisa bufante é até hoje uma das mais famosas da série e da cultura pop em geral.

Yada Yada

Uma expressão popularizada por Seinfeld foi a famosa Yada Yada. Uma espécie de “não li e nem lerei”, o Yada Yada é utilizado quando a pessoa quer pular uma parte desinteressante – ou menos importante – de uma história que outra está contando. Introduzida na 8ª temporada de Seinfeld, essa expressão é utilizada até hoje e é uma das maiores referências da série na cultura pop.

“Loja de idiotas”

George Constanza é um dos personagens mais engraçados de Seinfeld. Com seu jeito desajeitado e sua inabilidade social, o personagem protagoniza um dos momentos mais icônicos da série no episódio “The Comeback” da oitava temporada.

Nesse episódio, um colega de trabalho de George debocha de sua maneira estranha de comer camarões, dizendo a frase “O oceano ligou e eles avisaram que estão ficando sem camarões!”. Ofendido, George passa o episódio inteiro pensando em uma resposta impactante para o colega, surgindo então com a frase “A loja de idiotas ligou. Eles tão com falta de você!”. Essa frase é uma das mais lembradas pelos fãs de Seinfeld até hoje.

‘The Pez Dispenser’

O Pez – uma embalagem de pastilhas que vem com a cabeça de algum personagem de desenho animado – é um dos elementos mais divertidos da cultura americana graças à Seinfeld. No episódio ‘The Pez Dispenser’, Jerry fica obecado por um Pez do Piu-Piu, chegando a levá-lo para o recital de piano da namorada de George. De maneira infantil, Jerry fica brincando com o Pez durante a apresentação, o que faz com que a namorada de George perca totalmente a concentração.

“Serenidade agora”

Outra frase icônica de Seinfeld é a famosa “Serenity Now” (Serenidade agora). Em um episódio – de mesmo nome – da nona temporada da série, Frank Constanza, o pai de George, enfrenta problemas de pressão alta graças à sua irritação constante. Ao longo do episódio, o furioso homem usa o mantra “serenidade agora” para tentar se acalmar. É claro que tudo vai por água a baixo quando Frank – e Kramer – perdem totalmente a calma e começam a berrar o mantra a plenos pulmões, expressando toda a sua raiva.

Envelopes baratos

Susan Ross, a namorada de George, nunca foi um dos personagens mais amados de Seinfeld, mas tudo isso mudou em uma espetacular cena no último episódio da 7ª temporada da série. Noiva de George, Susan simplesmente desmaia ao lamber seus envelopes dos convites de casamento, que eram baratos – e tóxicos – já que foram escolhidos por George. Essa cena hilária é até hoje uma das mais lembradas e debatidas pelos fãs de Seinfeld.

O “Fala perto”

Seinfeld era especialista com piadas de “gente que”, ou seja, criticar hábitos do cotidiano que algumas pessoas têm e que são totalmente irritantes. Durante o episódio duplo ‘The Raincoats’ da 5ª temporada, Elaine arruma um namorado chamado Aaron. Aaron é um cara legal e divertido, mas ele tem um grande defeito: Ele gosta de falar com as pessoas perto demais, aproximando seu rosto de uma maneira extremamente desconfortável.

Kramer

Nenhuma piada ou referência de Seinfeld supera Kremer. O personagem em si é uma piada ambulante com seu jeito desajeitado e bizarro. Qualquer pessoa que assistiu Seinfeld vai rir quando escutar o nome Kramer. Sua sinceridade, jeito de andar, manias bizarras, situações constrangedoras em que ele se envolve… a lista é enorme. No fim das contas, Kramer é a maior referência que Seinfeld deixou para a cultura pop.