O MCU é um monstro cinematográfico sem precedentes, tendo se tornado há alguns anos a maior franquia da história do cinema em termos de bilheteria.

No entanto, doze anos atrás, ninguém teria acreditado que a Marvel teria ficado tão marcante na geração atual.

Aqui, te contamos os maiores segredos sobre o início do MCU.


Foi uma grande aposta

Em 2006, a Marvel estava em retaguarda financeira. Quando o Marvel Studios foi formado, a empresa fez um enorme empréstimo de mais de meio bilhão de dólares para produzir Homem de Ferro e O Incrível Hulk.

Se nenhum desses filmes tivesse tido sucesso, a empresa de quadrinhos estaria em apuros. Felizmente, Homem de Ferro foi muito melhor do que o esperado, sendo o primeiro passo da Marvel para deixar suas dificuldades financeiras para trás.

A polêmica escolha de Robert Downey Jr.

Antes de Homem de Ferro, Robert Downey Jr. tinha superado uma luta contra o vício e até mesmo ficou algum tempo atrás das grades. Jon Favreau sabia que Robert era o homem para o trabalho, mas precisou convencer os produtores.

O diretor sentiu a vida do ator em paralelo com a de Tony Stark, o que ajudaria a trazer autenticidade ao filme. Favreau acabou conseguindo contratar Robert Downey Jr., e o resto foi história.

Por que começaram com Homem de Ferro

De todas as conhecidas propriedades de quadrinhos, por que começar um universo cinematográfico com o Homem de Ferro? O personagem não era particularmente famoso por pessoas de fora da comunidade de quadrinhos.

Em 2008, muitos dos personagens mais populares da Marvel pertenciam a diferentes estúdios. O Homem-Aranha estava com a Sony e os X-Men estavam com a Fox. Eles tinham poucas outras opções.

Felizmente, eles ainda tinham alguns heróis da equipe principal dos Vingadores, tornando o início desse universo uma possibilidade.

O início de um planejamento

A cena pós-créditos de Homem de Ferro estabeleceu uma tendência positiva para a franquia: dar ao público uma história sólida e autônoma com algumas dicas adicionais sobre o que está por vir na narrativa geral.

A cena em si foi filmada em completo sigilo. Hollywood nunca foi boa em guardar segredos, porém, e o público descobriu sobre isso antes da estreia nos cinemas.

Paul Bettany

Antes de sua vez na Marvel como JARVIS, Paul Bettany era reconhecido pelo impressionante e repulsivo Dogville e Uma Mente Brilhante.

Seu trabalho de voz em Homem de Ferro foi feito como um favor para Jon Favreau e levou duas horas para gravar, mas seu papel na Marvel foi fortemente expandido em Vingadores: A Era de Ultron, quando se tornou o Visão.

Marketing da Marvel

A Marvel sabia que o Homem de Ferro era desconhecido para o público em geral. Na verdade, muitas pessoas achavam que ele era um robô em vez de um homem de traje robótico.

Para remediar sua imagem pública, a Marvel produziu vários clipes curtos de animação para ajudar as pessoas a entender melhor o personagem antes de fazer sua grande jogada para trazê-lo para os cinemas.

Phil Coulson

O contrato de Clark Greg foi para três filmes. Isso o deixou perplexo a princípio por causa de seu pequeno papel. Depois de ver sua química com o resto do elenco, Jon Favreau adicionou cenas e diálogos para o ator.

Eventualmente, o personagem se tornou uma parte vital da primeira fase da Marvel. Mesmo depois que Phil Coulson morreu em Os Vingadores, ele passou a ter sua própria série de televisão, onde foi trazido de volta à vida.

Mandarim

O Mandarim foi originalmente designado como o principal vilão de Homem de Ferro. Sua parte no roteiro foi removida bem tarde nos estágios de planejamento.

Ele teria se parecido mais com sua persona original de quadrinhos, e não com o personagem apresentado em Homem de Ferro 3. Alguns fãs ficaram chateados com o seu uso no filme de 2013.

Terrence Howard

Acredite ou não, Terrence Howard ganhou mais dinheiro do que Robert Downey Jr. em Homem de Ferro. Ele não retornou à sequência por várias razões.

Supostamente, ele deveria ganhar oito milhões de dólares pelo papel, mas recebeu apenas um milhão. Jon Favreau também não foi fã de sua performance no longa de 2008. Howard é um bom ator, mas Don Cheadle realmente brilha no papel.

Homem de Ferro não tinha um roteiro concluído

Homem de Ferro não tinha um roteiro completo quando as filmagens do filme começaram. Isso levou muitos dos diálogos a serem improvisados.

Robert Downey Jr. aproveitou ao máximo essa oportunidade, mas outros atores não ficaram tão à vontade e às vezes tiveram dificuldade em acompanhar o ritmo da estrela.

Jeff Bridges estava inicialmente preocupado por não terem terminado os diálogos, mas acabou gostando da experiência no set.