A Netflix adquiriu os direitos de As Crônicas de Nárnia e guarda grandes planos para adaptações, envolvendo tanto longas quanto séries.

A história terá um reboot, com um elenco diferente. E você ficará bem empolgado quando descobrir essas 7 coisas que temos para te contar.

Será uma série divertida para toda a família

As Crônicas de Nárnia já é uma saga conhecida por ser “diversão para toda a família”. Enquanto Game of Thrones é amada, uma reclamação comum de fãs que têm filhos é que eles não conseguem encontrar tempo para assistir.


Bom… não poderão reclamar disso com As Crônicas de Nárnia.

A cultura de As Crônicas de Nárnia é muito rica

C.S. Lewis começou a escrever a história durante a Segunda Guerra Mundial. Essas influências são sentidas em toda a história.

Em primeiro lugar, porque o conto começa com um grupo de crianças perdidas devido a atentados ocorridos em Londres. É claro que a Feiticeira Branca é uma alegoria para a ascensão de Hitler ao poder, o que torna a cultura de As Crônicas de Nárnia muito rica.

C.S. Lewis era amigo de J.R.R. Tolkien

Para aqueles que não sabem, ou precisam lembrar, J.R.R. Tolkien escreveu O Senhor dos Anéis. O personagem Barbárvore é famoso por ser baseado em C.S. Lewis.

Os dois escritores eram conhecidos por serem bons amigos. Foi uma amizade bem colaborativa.

Eles sabem o que não podem fazer

As Crônicas de Nárnia: O Leão, a Feiticeira e o Guarda-Roupa foi um grande sucesso para a Disney, que encomendou mais seis continuações. Porém, somente duas delas saíram do papel. A história começou a desandar.

O romance de Susan e Príncipe Caspian, por exemplo, não foi apenas completamente inventado pela equipe de produção, mas também foi desnecessário, considerando que Susan nunca retornou para Nárnia após o segundo capítulo.

Sem falar de outras infidelidades. Com base nisso, os responsáveis por esse reboot já sabem o que não podem fazer.

O CGI precisa ser bem realizado

Muita coisa mudou em termos de CGI desde 2005, ou mesmo desde 2010. O que foi considerado CGI espetacular então é parecido com brincadeira de criança ao lado do que é possível hoje.

As Crônicas de Nárnia é um exemplo disso. Tanto os longas quanto as séries precisam ser muito bem realizados.

Um elenco bem balanceado de personagens

Um tópico que é um problema importante no setor do entretenimento atualmente é a tão necessária inclusão de diferentes tipos de personagens.

O que faz de As Crônicas de Nárnia a história perfeita no momento é que o material de origem exige um elenco bastante equilibrado de personagens principais, no que diz respeito ao gênero.

O co-escritor de Viva: A Vida é Uma Festa está no comando

O fato de que Matthew Aldrich será o chefe do projeto é uma notícia muito bem vinda para os fãs de As Crônicas de Nárnia. Viva: A Vida é Uma Festa é um dos melhores filmes que a Pixar produziu nos últimos anos.

Se Aldrich escrever tão bem quanto fez em Viva: A Vida é Uma Festa, o projeto certamente deve impressionar o público.