Com a estreia de Homem-Aranha: Longe de Casa, é o período ideal para revisitar a trajetória do Amigão da Vizinhança nos cinemas, relembrando todos os seus filmes.

Aqui, ranqueamos os filmes do Homem-Aranha do pior ao melhor, mas levando em conta apenas seus filmes solo – desconsiderando as participações em Capitão América: Guerra Civil ou Vingadores: Guerra Infinita.

Confira abaixo.


8. O Espetacular Homem-Aranha 2: A Ameaça de Electro

Uma das grandes bagunças cinematográficas da última década. O segundo filme do Aracnídeo de Andrew Garfield ajudou a fazer o personagem voltar para a Marvel Studios, além de enterrar diversos projetos da Sony. É um filme inchado e com tom inconsistente, que parece querer aprofundar-se no melodrama e em um thriller de espionagem (?) ao mesmo tempo em que soa cartunesco e brega no pior sentido.

7. O Espetacular Homem-Aranha

Após a trilogia de Sam Raimi, a Sony confiou em Marc Webb para reinventar Peter Parker nos cinemas, com um resultado irregular. Traz diversas mudanças no que tornam o personagem tão empático, além de ser pouco inspirado em ação, história, visual e o péssimo vilão Lagarto. Mas é inegável que Andrew Garfield seja um ótimo ator, e que sua química com Emma Stone é genuína.

6. Homem-Aranha: Longe de Casa

Na segunda aventura solo de Tom Holland no MCU, Jon Watts melhora alguns problemas de direção do anterior, e traz uma escala mais épica. Jake Gyllenhaal também faz de Mysterio uma figura extremamente memorável, mas Longe de Casa carece de uma boa história, que se perde em um senso de humor insuportável e a insistência em colocar Peter Parker como um mero discípulo para Tony Stark. Um filme mediano, mas com bons momentos.

5. Homem-Aranha 3

O terceiro filme de Sam Raimi na fase final de Tobey Maguire nos cinemas é uma das obras de quadrinhos mais injustamente criticadas do gênero. É um filme imperfeito e que sofre com o excesso de linhas narrativas e algumas ideias ruins (como desenterrar a trama da morte do tio Ben), mas que acerta no estudo dos dilemas de Parker e seu lado sombrio, além de conter cenas de ação espetaculares e uma direção sempre competente de Sam Raimi, que é um maestro com a câmera.

4. Homem-Aranha: De Volta ao Lar

Com a Marvel Studios finalmente integrando o Homem-Aranha ao universo dos Vingadores, Tom Holland pôde brilhar em um filme inteiramente seu. O carisma do ator é certamente o ponto mais alto de De Volta ao Lar, que carece de uma boa direção e um capricho na produção, que segue o padrão básico de produções de Kevin Feige – o CGI é um dos pontos fracos. Porém, o foco em algo mais adolescente e colegial é definitivamente um acerto, com muito bom humor e um lado mais descontraído do herói, além de um ótimo vilão na pele de Michael Keaton.

3. Homem-Aranha

O primeiro filme com Tobey Maguire é uma das adaptações de quadrinhos mais importantes da História. Nas mãos de Sam Raimi, Homem-Aranha tornou-se um padrão a ser seguido sobre como levar quadrinhos para o cinema, apresentando uma história de origem sólida e bem contada, além de um elenco de peso, boas cenas de ação e um trabalho de direção fantástico, que preserva as origens das HQs ao mesmo tempo em que encontra sua própria voz nas telas.

2. Homem-Aranha no Aranhaverso

Uma carta de amor ao personagem. Livre das amarras de qualquer cronologia ou franquia e com apenas a criatividade como limite, a animação Homem-Aranha no Aranhaverso é um dos grandes esforços do cinema de quadrinhos. É uma trama de origem básica, com Miles Morales em foco, mas que bate mais forte por trazer uma narrativa metalinguística e que celebra as grandes fases do Aranha nos quadrinhos – ao mesmo tempo em que revoluciona estilos de animação com algo inteiramente novo.

1. Homem-Aranha 2

Campeão insuperável. Tudo o que já era bom no primeiro filme foi aprimorado na continuação, com Raimi apostando em um nível de ação ainda mais espetacular ao trazer o Doutor Octopus como vilão. Mais do que isso, o que se sobressai em Homem-Aranha 2 é o drama pessoal do protagonista, que nunca foi tão forte e complexo do que aqui, ao passo em que acompanhamos Peter Parker em uma forte crise psicológica, algo que pouquíssimos filmes do gênero se arriscam a tentar. Não é apenas o melhor filme do Homem-Aranha, é o melhor filme que traz o selo da Marvel. Sem sombra de dúvida.

Homem-Aranha: Longe de Casa esta em exibição nos cinemas.