Os filmes da Marvel sempre foram conhecidos por sua leveza, tanto que um dos grandes trunfos do MCU é conseguir misturar excelentes cenas de ação, adaptações fiéis dos quadrinhos um senso humor bem particular. Porém, isso não significa que a Marvel não tem seus momentos sombrios e perturbadores e chegou a hora de falarmos deles.

Listamos a seguir alguns dos momentos mais sombrios da Marvel nos cinemas.

Confira:


A morte de Loki

Todos sabiam que Vingadores: Guerra Infinita seria um filme devastador, mas a cena de abertura surpreendeu até mesmo aqueles que já esperavam uma carnificina. Mostrando seu poder, Thanos não só destrói os Asgardianos com facilidade, mas também mata Loki em uma das cenas mais cruéis que a Marvel já fez, quebrando seu pescoço com uma imensa facilidade.

A vingança de Thor

Depois da morte de Loki, Thor jura se vingar de Thanos. Essa vingança só acontece de fato em Vingadores: Ultimato, quando os heróis vão enfrentar o debilitado Thanos no planeta em que ele se esconde depois da “aposentadoria”. Arrependido de sua falha em Vingadores: Guerra Infinita, Thor não perde a oportunidade e decapita Thanos sem pestanejar nessa que é uma das cenas mais fortes da Marvel.

O desabafo de Tony Stark

Essa cena é uma das mais intensas de Capitão América: Guerra Civil e da Marvel em geral. Depois de ouvir os termos do Acordo de Sokovia, Tony Star faz um comovente desabafo que deixa os Vingadores de queixo caído. O arrependimento de Tony Stark por todas as destruições causadas pelos Vingadores é o ponto de partida que o coloca em conflito com Steve Rogers, sendo também uma das discussões mais complexas e dramáticas do MCU.

A conversa entre Peter e o Adrian

Já é difícil para um adolescente lidar com o pai de sua “crush”, mas quando esse pai é um psicopata as coisas se tornam ainda piores. Em Homem-Aranha: De Volta ao Lar, temos o discurso extremamente ameaçador de Adrian (o Abutre) para Peter Parker (o Homem-Aranha), que envolve não só o típico discurso de pai, mas também ameaças de morte, o que é comum entre super-heróis e super-vilões.

A visão de Tony Stark

Essa cena é uma das mais importantes da Marvel, já que ela pavimenta todo o caminho até Vingadores: Ultimato. Durante a invasão da HYDRA em Vingadores: Era de Ultron, a Feiticeira Escarlate provoca uma visão na cabeça de Tony Stark, que vê seus companheiros mortos e/ou feridos culpando-o por seu fracasso. Apesar de extremamente sombria, essa cena é o que faz com que Tony se sacrifique para salvar a humanidade em Vingadores: Ultimato.

O verdadeiro vilão de Homem de Ferro

A cena em que Obadiah Stane se revela um vilão em Homem de Ferro é extremamente angustiante. O espectador passa o filme inteiro acreditando que Stane é uma boa pessoa – já que ele é uma espécie de figura paterna para Tony Stark – mas o filme revela que ele é um sádico assassino. Além de ser um momento bem sombrio, essa é uma das reviravoltas mais interessantes da Marvel nos cinemas.

Killmonger derrota o Pantera Negra

Killmonger é um dos melhores vilões da Marvel nos cinemas e essa cena é o que confirma isso. Depois de enfrentar T’Challa pela coroa de Wakanda, Killmonger derrota o primo de maneira brutal, “matando-o” na frente de toda a sua família e seus súditos em uma das cenas mais cruéis que o MCU já produziu.

A morte da mãe de Quill

Guardiões da Galáxia é um dos filmes mais divertidos da Marvel, mas sua cena de abertura destoa completamente do resto do filme. Assistir a mãe de Peter Quill morrendo de câncer é de fato muito triste, mas essa cena é fundamental para que possamos nos conectar com Quill, entendendo seu lado humano e todo o sofrimento por trás do personagem.

A revelação de Ego

Em Guardiões da Galáxia Vol.2, Quill descobre que seu pai biológico é na verdade o Celestial Ego, que “inseriu” um tumor cerebral na mãe do garoto para que ela pudesse morrer, deixando de ser um fardo para ele. Essa revelação é extremamente cruel e mostra como Quill simplesmente não tem sorte com seus familiares. Logo após a triste revelação, Quill ainda perde seu pai adotivo, Yondu, em outra cena que entra para o hall das cenas mais tristes da Marvel nos cinemas.

A morte dos Asgardianos

Apesar de Thor: Ragnarok ser um dos filmes mais divertidos da Marvel, é nele que temos uma das cenas mais sombrias da franquia. Em um flashback, o filme mostra o massacre que Hela, a Deusa da Morte, comete em cima dos Asgardianos. A cena é brutal e serve para estabelecer Hela como a vilã ameaçadora que ela é.

O lado negro do Gavião Arqueiro

Em Vingadores: Ultimato nós descobrimos a grande escuridão no coração de Clint Barton, o Gavião Arqueiro. Depois de perder sua família para a Dizimação de Thanos, Barton abandona sua vida pacífica para se tornar um justiceiro, eliminando criminosos em todas as partes do mundo. Assistir um dos grandes heróis da Marvel perdendo sua humanidade é certamente um dos momentos mais sombrios da franquia.

O Estalo

Nenhum momento da Marvel vai superar a desesperadora cena do Estalo. Assistir os heróis que amamos desaparecendo é angustiante e cruel, especialmente quando a última cena do filme mostra Thanos contemplando sua vitória com toda a serenidade do mundo. O final de Vingadores: Guerra Infinita é certamente o mais sombrio de todos os filmes de herói, o que torna esse filme um dos mais inovadores do gênero.

Vingadores: Ultimato segue em exibição nos cinemas. Próximo filme da Marvel, Homem-Aranha: Longe de Casa estreia no dia 4 de julho.