As mortes mais chocantes da Marvel e DC em 2019

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Mortes nas histórias em quadrinhos não são levadas muito a sério, em particular desde os anos 90.

Todos sabem o porquê: de um jeito ou de outro, os personagens acabam voltando dos mortos.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Nos quadrinhos de Marvel e DC de 2019, tivemos muitas mortes assim – aqui, separamos as dez mais chocantes.

Olhos Vendados

Uma das mortes mais trágicas do ano foi a de Olhos Vendados (sim, é o nome da personagem), um dos membros mais jovens dos X-Men.

Sua capacidade mutante de prever o futuro viu uma catástrofe, e ela preferiu se suicidar a ter que viver o que está por vir.

Skurge, o Executor

A morte recente de Skurge, o Executor, um dos membros da nova equipe Asgardianos da Galáxia, foi verdadeiramente chocante.

O personagem morreu como um orgulhoso e nobre guerreiro para salvar seus amigos, lutando contra os Anjos do Céu.

Gotham

Ao longo de Renascimento, Batman conheceu dois novos meta-humanos chamados Gotham e Gotham Girl.

O Homem-Morcego os enxergava como substitutos, mas descobriu que estavam morrendo. Gotham morreu primeiro, mas foi ressuscitado por sua irmã. Depois, morreu de novo, explodindo em energia.

Mancha Solar

Durante a Guerra dos Reinos, os X-Men foram muito afetados. Um dos mutantes que morreram foi Mancha Solar, um dos mais marcantes membros dos Novos Mutantes.

Mancha Solar foi avisado do poder de um dos artefatos de Malekith, a Pedra do Encanto, mas não deu ouvidos e como consequência foi vaporizado em uma explosão de energia.

X-Assassina

X-Assassina fazia parte de um grande exército de clones de Wolverine, do mesmo tipo da X-23.

Embora tenha surgido como uma vilã, X-Assassina acabou morrendo para que todas as outras “irmãs” pudessem viver, um desfecho bonito para uma personagem sem tanto impacto na Marvel.

Jovem Loki

O Jovem Loki se juntou aos Asgardianos da Galáxia enquanto se escondia dentro da armadura conhecida como Destruidor, mas ele misteriosamente faleceu.

Mais tarde foi descoberto que esta versão de Loki morreu porque o “Loki principal” desfez o feitiço que o deu vida em primeiro lugar.

Arsenal

Ex-parceiro do Arqueiro Verde, Arsenal morreu tragicamente em Heróis em Crise, polêmica minissérie de Tom King.

O Arsenal teve uma vida cheia de tantos problemas pessoais que procurou o Santuário, um lugar criado para tratar super-heróis que precisavam de reabilitação, mas acabou morrendo por lá num grande ataque.

Valquíria

Amiga de Thor, Valquíria foi outra super-heroína que morreu nas páginas de Guerra dos Reinos.

Durante o evento, a corajosa personagem chamou Malekith para uma luta corpo a corpo, mas o vilão não jogou limpo, apunhalando-a pelas costas.

Hera Venenosa

De todas as mortes que aconteceram durante Heróis em Crise, da DC, a mais surpreendente foi a da Hera Venenosa, vilã do Batman.

Buscando ajuda depois de sofrer um trauma, Hera Venenosa foi morta no Santuário assim como Arsenal.

Alfred

Esta aqui é a morte mais recente e mais impactante também das histórias em quadrinhos de 2019, tanto de DC quanto de Marvel.

O fiel mordomo Alfred foi morto na revista principal do Batman, tendo seu pescoço quebrado por Bane, o mesmo vilão que quebrou a coluna do Homem-Morcego. O impacto disso vai ser grande, mas ainda não sabemos as consequências.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio