Enfim revelada a origem da cicatriz de Harry Potter

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Dentre todos os elementos marcantes de Harry Potter, a cicatriz na testa do protagonista é um dos que mais se destaca. Apesar de ter sido explicada diversas vezes nos filmes, ainda existem muitos segredos sobre a cicatriz em forma de raio que não foram revelados no cinema.

O WhatCulture listou todas as curiosidades e segredos obscuros sobre a cicatriz de Harry Potter.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O formato da cicatriz

Como todos sabem, a cicatriz de Harry Potter tem o formato de um raio. Segundo J.K. Rowling, a criadora de Harry Potter, o motivo pelo qual a cicatriz tem esse formato é bem simples.

“Sendo bem sincera, ela é assim porque esse é um formato legal. Eu não conseguiria fazer meu herói andar por aí com uma cicatriz em formato de rosquinha”, disse a criadora de Harry Potter ao site Mugglenet.

A cicatriz teve diversos designs

Para tornar a cicatriz de Harry Potter mais real o possível, os cineastas envolvidos no primeiro filme fizeram uma série de experimentações, criando alguns protótipos – que eram amarrados na cabeça do ator Daniel Radcliffe – para testar o posicionamento e formato da cicatriz.

Além disso, a equipe de maquiagem sempre retocava a cicatriz todas as vezes em que Harry Potter se deparava com o vilão Voldemort.

O “destino” da cicatriz seria ambíguo no final original da franquia

De acordo com J.K. Rowling, sua ideia inicial para encerrar o último livro de Harry Potter envolvia uma frase bem ambígua, que daria a entender que a famosa cicatriz do protagonista havia desaparecido depois da derrota de Voldemort.

“Por muito tempo, a última frase do livro era ‘apenas aqueles que ele ama conseguiam ver a cicatriz de raio’, e isso seria uma referência ao fato de que eles estavam na estação de trem, com pessoas ao redor, mas apenas aqueles que estavam perto de Harry conseguiriam ver a cicatriz, mesmo com outras pessoas olhando. Também tinha uma certa ambiguidade, como se eu estivesse dizendo ‘será que a cicatriz ainda está ali’”, disse a criadora de Harry Potter.

Muita gente fez tatuagem da cicatriz de Harry

Com o sucesso da franquia Harry Potter, era inevítavel que pessoas acabassem copiando a famosa cicatriz e tatuando ela na pele. Ao longo dos anos, surgiram diversas histórias de pessoas – na maioria dos casos bebadas – que tatuaram a famosa cicatriz de raio.

Uma das mais famosas aconteceu em um resort de férias chamado Magaluf Box Office, onde uma mulher decidiu tatuar a famosa cicatriz de Harry Potter em sua testa.

A cicatriz se parece com Runas Antigas

A cicatriz de Harry Potter se assemelha muito a um desenho específico do alfabeto de Runas Antigas. Esse desenho em específico se chama Sowilo, que tem como significado a palavra sol, no nosso idioma. Ou seja, de certa forma, a cicatriz de Harry Potter diz que ele represente o sol, uma espécie de luz de esperança para o mundo. Poético, não é mesmo?

A cicatriz só dói ao toque do “mestre”

Em Harry Potter e as Relíquias da Morte, descobrimos que Harry é na verdade uma Horcrux, ou seja, um recipiente de uma parte da alma de Lord Voldemort. Essa revelação explica porque a cicatriz do protagonista queima toda vez que ele é tocado pelo vilão. Ao ser tocado, o pedaço da alma de Voldemort que reside em Harry se “agita” o que faz com que ele sinta dor.

Ela não pode ser removida

Ainda bem que J.K. Rowling desistiu da ideia de “remover” a cicatriz de Harry Potter. No primeiro livro, ao deixar Harry na casa de seus tios, Dumbledore diz que a cicatriz “jamais poderá ser removida”. Essa frase significa muito para a história, e mostra como a cicatriz não é uma ferida comum, mas uma espécie de maldição e marca que faz parte de quem Harry é, e sempre será.

A cicatriz foi feita mais de 5000 vezes

De acordo com a equipe de maquiagem da franquia Harry Potter, a cicatriz do herói teve que ser replicada 5800 vezes ao longo da filmagem dos oito filmes. Se contarmos apenas as vezes em que ela foi inserida no astro Daniel Radcliffe, excluindo dublês, a cicatriz foi aplicada em impressionantes 3800 vezes.

Ela está diretamente ligada à Maldição da Morte

Todos sabemos que a cicatriz de Harry Potter foi feita quando Voldemort tentou matá-lo utilizando o feitiço “Avada Kedavra” conhecido como a Maldição da Morte, mas não é só nesse aspecto que a maldição e a marca de Harry estão conectados.

Observando atentamente às cenas em que Voldemort utiliza o feitiço nos filmes, percebe-se que o gesto para conjurar a maldição é idêntico ao formato da cicatriz de Harry Potter, ou seja, o Avada Kedavra literalmente deixou sua marca no jovem bruxo.

A cicatriz é uma passagem para a alma de Voldemort

Em 2007, J.K. Rowling confirmou durante uma entrevista que o motivo da cicatriz de Harry Potter queimar na presença de Voldemort é ainda mais sombrio. De acordo com a autora, a dor significa que o pedaço da alma de Voldemort que está em Harry está lutando para se libertar e voltar ao seu mestre. Sinistro, não é mesmo?

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio