Vingadores: Guerra Infinita quase foi outro filme; veja todas as tramas descartadas

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Com o recente anúncio da Fase 4 da Marvel, os fãs da saga de super-heróis estão ansiosamente aguardando pelo que está por vir.

Ambos Vingadores: Guerra Infinita e Vingadores: Ultimato foram sucessos de bilheteria e são tidos como alguns dos melhores filmes de super-heróis de todos os tempos, mas e se as coisas tivessem sido diferentes?

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Sem comentar sobre Ultimato, é hora de olhar para trás e ver como Guerra Infinita quase teve seu próprio multiverso de possibilidades. Com isso em mente, aqui estão todas as maneiras pelas quais Vingadores: Guerra Infinita poderia ter sido diferente.

Mais do Capitão América

Como um dos principais Vingadores, faz sentido que Steve Rogers tivesse um grande papel em Guerra Infinita. Depois de participar de suas missões “clandestinas” com Viúva Negra e Falcão depois de Capitão América: Guerra Civil, o Capitão América voltou à ação relativamente rápido na história.

Ver um retorno de Rogers saindo das sombras para ajudar Feiticeira Escarlate e Visão a lutar contra a Ordem Negra foi ótimo, mas e se os fãs tivessem mais cenas icônicas do Chris Evans barbudo?

O Capitão América só apareceu no clímax da Batalha de Wakanda, pulando para impedir que Corvus Glaive matasse Visão. O co-roteirista Christopher Markus disse que a participação do Capitão América “não foi satisfatória” e que ele foi “muito subaproveitado”.

O poderoso Doutor Estranho

Os roteiristas queriam manter os elementos de Doutor Estranho, de Scott Derrickson, para o novo arco do Feiticeiro Supremo. Durante o ataque dos Vingadores contra Thanos em Titã, o Doutor Estranho de Benedict Cumberbatch teria enviado o Titã Louco para um plano astral.

Foi algo que os escritores apelidaram de “Viagem Misteriosa do Doutor Estranho” e, para ser sincero, parecia bastante incrível. Enquanto percorria a horrível história de seus crimes, Thanos acabaria se ajoelhando diante do Tribunal Vivo, sendo julgado culpado.

Os fãs de quadrinhos sabem como o Tribunal Vivo é um dos personagens mais poderosos da Marvel, então pelo menos o MCU reconhece sua existência. Mas a cena foi cortada porque ficava muito deslocada naquele momento da trama.

Howard, o Pato

Mesmo que Howard, o Pato, tenha uma participação especial em Vingadores: Ultimato, ele originalmente deveria surgir em Vingadores: Guerra Infinita.

Com o seu trabalho em Community, os irmãos Russo se tornaram mestres em trazer atores da série para a Marvel. Ken Jeong apareceu em Vingadores: Ultimato, mas quase teve uma cena ao lado do maligno pato em Guerra Infinita.

Jeong, Howard, o Pato e até mesmo o cachorro espacial Cosmo iriam desfrutar de um jogo de pôquer antes de serem interrompidos pelo Senhor das Estrelas de Chris Pratt, procurando informações sobre Thanos. Os diretores disseram que era uma cena favorita deles, mas não conseguiram encontrar uma maneira de fazer isso funcionar.

Professor Hulk

A chegada surpresa do Professor Hulk em Vingadores: Ultimato pode ter sido prejudicada por vários vazamentos de artes conceituais, mas isso não impediu que o inteligente Gigante Esmeralda rapidamente se tornasse uma adição às coisas queridas pelos fãs.

Originalmente programado para uma chegada de última hora em Guerra Infinita, Banner e Hulk fariam um acordo durante a Batalha de Wakanda. O Professor Hulk originalmente arrancaria a armadura de Hulkbuster e lutaria contra Cull Obsidian.

Comentando sobre Ultimato, McFeely disse: “Ficou muito claro que o filme não poderia lidar com esse elemento estranho. O filme precisava apenas focar na sua sucessão de derrotas no terceiro ato.”

Sharon Carter

Juntando-se ao elenco da Marvel em Capitão América: O Soldado Invernal, Sharon Carter, vivida por Emily VanCamp, não foi bem recebida pelos fãs. Houve uma recepção igualmente fria para o beijo entre Sharon e Capitão América em Guerra Civil, o que pode ter contribuído para que sua participação em Guerra Infinita fosse cortada.

Embora Carter devesse aparecer no filme, os escritores disseram ao Yahoo que houve uma mudança de opinião. De acordo com Markus e McFeely, existiam “primeiros rascunhos em que Steve estava morando com Sharon Carter e não estava indo muito bem”.

Kevin Feige supostamente entrou em cena e rejeitou a ideia, mas Sharon vai retornar na série Falcão e o Soldado Invernal.

Falcão recupera suas asas

Facilmente, o melhor time de Guerra Infinita foi o formado por Homem de Ferro, Homem-Aranha e Doutor Estranho. A dinâmica de Downey Jr., Holland e Cumberbatch simplesmente funcionou muito bem, mas houve uma época em que o Cabeça de Teia não ia acabar no espaço.

Falando ao Yahoo, Markus revelou por que Peter Parker substituiu Falcão para uma viagem ao cosmos: “Nós não estávamos tendo tanta emoção quanto poderíamos.”

Mesmo que Anthony Mackie esteja definido para ter um papel maior como o ‘novo’ Capitão América, é difícil imaginar o personagem secundário assumindo o papel do Homem-Aranha em Titã.

As origens de Thanos

Enquanto o plano do Titã Louco para erradicar metade da galáxia se desdobrava, o filme deu uma pequena ideia do porquê ele estava tão determinado a equilibrar o universo.

Além de uma visita à jovem Gamora e um breve flashback dos horrores do planeta Titã de Thanos, não havia muita história sobre o motivo de ele ser um “sociopata intergaláctico”.

Joe Russo confirmou que um rascunho inicial de roteiro de 250 páginas apresentava Thanos como narrador de toda a história sórdida.

Embora os irmãos Russos tenham rapidamente eliminado as “gordurinhas localizadas” do enredo, Joe disse que a narração deu a eles uma “visão de quem ele era como personagem” e ajudou a formar a versão final de Thanos.

Problemas com Thor

É seguro dizer que o Thor de Chris Hemsworth passou por muitas coisas ruins ultimamente. Depois que a devastadora abertura de Guerra Infinita custou ao deus do trovão Heimdall e Loki, Thor não conseguiu “mirar na cabeça”.

Seu arco em Guerra Infinita brilhantemente o colocou no caminho do Thor de Ultimato, mas tudo poderia ter sido bem diferente.

Markus e McFeely disseram que perceberam que Thor não estava no caminho certo na versão original de Guerra Infinita. Discutindo um momento em que ele deveria lutar contra uma serpente gigante, eles disseram que era “muito relacionado à aventura e muito insuficientemente baseado em sua personalidade”.

Felizmente, Thor passou a maior parte do tempo ao lado dos Guardiões da Galáxia como o ‘Vingador mais forte’, se juntando a Rocket e Groot, e fazendo parte do memorável arco de Peter Dinklage em Nidavellir.

Sem o estalo de Thanos

Depois dos incríveis momentos finais de Vingadores: Guerra Infinita, é difícil imaginar os irmãos Russo completando essa parte da história do conjunto de super-heróis sem o estalar de dedos de Thanos.

McFeely explicou como a enorme quantidade de histórias que precisavam ser contadas em Guerra Infinita quase levou o estalo a acontecer em Vingadores: Ultimato. “Nós tínhamos muita história nos primeiros rascunhos de Guerra Infinita, então pensamos que talvez não devêssemos fazer o estalo até o final do primeiro ato de Ultimato”, disse.

Teria sido um movimento corajoso, mas também, sem dúvida, dividiria a sequência em duas metades distintas. Em vez disso, o grande momento de Thanos definiu o cenário para o épico Ultimato e também deu aos fãs uma agonizante espera de um ano.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio