Embora sejam mais conhecidos por lutas incríveis e grandes sequências de ação, os quadrinhos também têm muitos romances. Os heróis também precisam encontrar amor, e geralmente o encontram nos lugares mais improváveis.

Muitos dos maiores heróis da Marvel se apaixonaram por seus maiores vilões. Por sua vez, muitos dos vilões da Marvel se sentem da mesma maneira em relação aos seus heróis.

Aqui estão as cinco principais vezes em que os heróis da Marvel se apaixonaram por vilões nos quadrinhos.


Demolidor e Mary Tyfoid

Matt Murdock tem uma reputação quando se trata de mulheres. Infelizmente para o herói da Marvel, muitos de seus interesses amorosos são mortos depois de se tornar parte de sua vida perigosa.

Uma das namoradas mais notáveis do Demolidor é Mary Tyfoid. Uma assassina que sofria de desordem dissociativa de identidade, Mary Tyfoid trabalhou para Rei do Crime e se viu em oposição ao Demolidor em inúmeras ocasiões.

Sem o conhecimento de Murdock, a mulher pela qual estava se apaixonando era uma das quatro personalidades de Mary.

Hulk e Umar

Na maioria das vezes comandada por Dormammu, a Dimensão das Trevas paira sobre o universo da Marvel como uma força imponente para o mal. De tempos em tempos, a irmã de Dormammu, Umar, substitui seu irmão e usa as forças da Dimensão das Trevas para promover seus próprios interesses sinistros.

Quando a super-equipe, conhecida como Defensores, entrou em conflito com Umar, Hulk se viu frente a frente com a vilã mortal.

Hilariamente, Hulk não foi capaz de satisfazer Umar, tornando-o outro em uma longa linha de decepções de Umar.

Wolverine e Mística

Wolverine e Mística haviam se encontrado muitas vezes antes de se juntarem às super-equipes de Xavier e Magneto. Em algum momento de 1921, os dois assassinos se cruzaram quando Wolverine se juntou a uma gangue da qual Mística fazia parte.

Durante esse tempo, os dois personagens tiveram um relacionamento íntimo. O relacionamento deles realmente terminou com Mística traindo o mutante mais famoso da Marvel. Isso levou os personagens a se tornarem inimigos nas próximas décadas.

Ciclope e Madelyne Pryor

O romance de Ciclope e Jean Grey é de longe o mais icônico da tradição dos X-Men. Tragicamente, Jean continua a morrer uma e outra vez, deixando Ciclope triste e sozinho. Em uma ocasião, depois de perder Jean, Ciclope se apaixonou por uma mulher chamada Madelyne Pryor. Ela tinha uma semelhança impressionante com Jean Grey.

Acontece que Madelyne Pryor era um clone de Jean criado pelo vilão Sr. Sinistro. O relacionamento de Ciclope e Madelyne começou a se deteriorar, com Madelyne mostrando sua natureza verdadeira e sinistra. Ela se tornou a Rainha dos Duendes, enquanto Scott voltou aos X-Men.

Demolidor e Elektra

Um relacionamento que estava fadado ao fracasso, Demolidor e Elektra estavam loucamente apaixonados um pelo outro. Enquanto Demolidor luta com o objetivo de preservar a vida, Elektra é uma assassina. Esses valores conflitantes tornam impossível a sua coexistência.

Os dois vigilantes namoraram muitas vezes, mas isso só acaba em um sentido. Por causa do conflito no centro de quem eles são, os dois são sempre forçados a se dividir.