O MCU é facilmente a franquia de filmes mais popular da atualidade, com praticamente todos os seus 23 filmes fazendo um grande estrago nas bilheterias, mas os filmes dos Vingadores são a cola que mantém tudo junto.

Existem vários fatores que contribuíram para esses filmes terem sido bem-sucedidos – eles são filmes escapistas e são espetáculos puros – mas, sem dúvida, a maior razão para seu sucesso são os relacionamentos complexos desenvolvidos entre os personagens ao longo do tempo.

Nesta lista, focamos nos super-heróis do MCU que já tretaram entre si: amizades que tinham potencial, mas simplesmente não deram certo.


Mercúrio e Gavião Arqueiro

Durante Vingadores: A Era de Ultron, Mercúrio e Gavião Arqueiro nunca realmente se entenderam, embora o velocista tenha morrido para salvar Clint no terceiro ato.

Mercúrio vivia zombando de Gavião Arqueiro, que também zombava de volta. Até mesmo quando Mercúrio se sacrifica, ele diz: “Você não viu isso chegando?”. Gavião Arqueiro nomeou seu filho em homenagem ao Mercúrio (seu nome é Nathaniel Pietro Barton), apenas com base nisso.

Thor e Homem de Ferro

Enquanto Thor se entendia com o Capitão América por ser um soldado velho e endurecido pela batalha que estava fora de contato com a vida moderna, ele nunca realmente construiu um relacionamento com Tony Stark. Depois que Tony criou Ultron, que virou vilão, Thor agarrou Tony pela garganta e o levantou do chão.

Tony disse a ele para usar suas palavras e Thor disse: “Eu tenho palavras mais do que suficientes para descrevê-lo, Stark.” Esse momento nos diz tudo o que precisamos saber sobre o relacionamento desses personagens. Thor tem muito pouco respeito por Tony, na maioria das vezes, e como resultado, eles nunca se tornaram amigos no MCU.

Soldado Invernal e Falcão

Ainda há esperança para essa dupla, já que eles estão prestes a estrelar sua própria série no Disney + chamada Falcão e o Soldado Invernal.

No entanto, essa série está se moldando para focar na dinâmica divertida de Bucky Barnes e Sam Wilson como “aminimigos” com um tom de policial parecido com Fuga à Meia-Noite, em vez de transformá-los em verdadeiros amigos.

Como Bucky sofreu uma lavagem cerebral para tentar matar Sam e Sam substituiu Bucky como o melhor amigo do Capitão América, ambos têm um motivo para se odiar, e lembram-se regularmente desse fato.

Homem-Formiga e Máquina de Combate

Durante a batalha do aeroporto em Capitão América: Guerra Civil, o Homem-Formiga experimentalmente se expandiu para se tornar o Homem-Gigante e agarrou o Máquina de Combate no céu.

Então, em Vingadores: Ultimato, quando os heróis mais poderosos da Terra resolveram trabalhar juntos novamente após a devastação apocalíptica deixada por Thanos, o Máquina de Combate se referiu brincando a Scott Lang como “homem de tamanho normal”.

Com base nesses momentos, havia o potencial de transformar Homem-Formiga e Máquina de Combate em bons amigos. No entanto, apesar do Homem-Formiga arriscar sua vida para salvar Máquina de Combate (junto com Rocket e Hulk) dos destroços do quartel-general dos Vingadores, eles nunca ficaram muito próximos.

Capitão América e Homem de Ferro

Steve Rogers e Tony Stark nunca se deram muito bem no MCU nem nos quadrinhos. Eles foram controversos nos dois primeiros filmes dos Vingadores – Steve achava que Tony era um idiota, enquanto Tony se ressentia de Steve porque seu pai sempre falava sobre o quão incrível ele era – e então qualquer aparência de amizade ou respeito mútuo foi destruída na Guerra Civil.

Após uma luta intensa, Steve segura seu escudo acima de um Tony sem capacete e seus olhos dizem a Tony que Steve está absolutamente disposto, mesmo por um segundo, a matá-lo.

Depois disso, Tony não suportou chamar Steve para obter ajuda em Vingadores: Guerra Infinita. Eles colocaram suas diferenças de lado para salvar o mundo em Vingadores: Ultimato, mas sua amizade não pôde ser recuperada naquele momento.