O MCU, por tudo que faz certo, foi criticado no passado por lidar com a morte. A franquia parecia relutante em matar seus personagens e confiava talvez demais na “morte falsa”, mas ainda temos várias mortes impactantes e comoventes na série ao longo dos anos.

Especialmente com os eventos de Vingadores: Ultimato, o MCU mostrou que eles finalmente estão dispostos a dizer adeus aos personagens.

Sejam seus heróis amados, personagens principais importantes ou até mesmo um vilão simpático ocasional, aqui estão as dez mortes mais impactantes do MCU, ranqueadas.


Anciã

A Anciã não foi apenas a introdução de Stephen Strange às artes místicas, mas também o caminho do público para essa nova área do MCU. Ela era uma personagem forte, inteligente e complexa que ensinou a Strange muitas de suas lições mais importantes.

Depois de ser esfaqueada por Kaecilius, a Anciã usa sua projeção astral para conversar com Strange mais uma vez. O silêncio entre eles, enquanto o corpo dela estava morrendo, é um momento incrivelmente emocionante, graças, em grande parte, à atuação de Tilda Swinton.

Killmonger

Erik Killmonger é um dos vilões de filmes mais interessantes da história recente. Embora ele seja um cidadão wakandense, Killmonger foi abandonado por T’Chaka quando menino para manter em segredo a existência de seu país. Quando ele se torna adulto, ele é um homem cheio de raiva em uma sociedade que ele acredita dar as costas a seu povo.

Após um confronto final com T’Challa, Killmonger é mortalmente ferido. Ao olhar pela primeira vez o pôr do sol de Wakanda, ele aceita seu destino. Suas palavras finais foram “apenas me enterre no oceano com meus ancestrais que pularam de navios, porque eles sabiam que a morte era melhor do que escravidão”.

Howard e Maria Stark

A revelação de que Soldado Invernal foi responsável pela morte dos pais de Tony Stark é um segredo que quase destruiu os Vingadores. No entanto, testemunhar o terrível assassinato foi tão devastador quanto a queda.

Enquanto Tony assiste às antigas filmagens de segurança, vemos Bucky caçando os Stark na estrada e depois batendo em Howard até a morte e estrangulando Maria. As mortes são tão comoventes não apenas pela reação de Tony ao ver isso acontecer, mas por saber o que isso significa para os heróis daqui para frente.

Groot

Embora os Guardiões da Galáxia talvez não fossem o grupo de heróis mais comovente, Groot foi certamente o ponto brilhante do grupo. A árvore gigante foi introduzida no primeiro filme como uma criatura simples, mas amorosa, que se mostra disposta a sacrificar tudo por seus amigos.

Enquanto a nave em que estavam cai, Groot envolve os outros Guardiões em seu corpo para protegê-los. Embora vejamos Baby Groot na sequência, James Gunn confirmou que o Groot original morreu para que seus amigos pudessem viver.

Visão

Já que Visão tinha uma das Joias do Infinito literalmente alojada em sua testa, sabíamos que ele estaria em perigo em Vingadores: Guerra Infinita. Os capangas de Thanos vinham procurando a Joia da Mente muito rapidamente e os dias de Visão estavam contados.

No entanto, nunca pensamos que o MCU seria tão cruel com sua morte. O Visão convence a Feiticeira Escarlate a destruir a joia e matá-lo como resultado, para que Thanos não a consiga. Após o momento comovente de Feiticeira Escarlate matando seu namorado, Thanos simplesmente inverte o tempo, traz Visão de volta e tira a joia de sua cabeça.

Loki

Loki teve muitos altos e baixos ao longo do MCU, mas, no final de Thor: Ragnarok, ele parecia finalmente ter decidido abraçar seu lado heroico. Infelizmente, ele quase imediatamente conhece Thanos, que vem procurar a Joia do Espaço.

Provando que ele mudou, Loki desiste da joia para poupar a vida de Thor e tenta matar o próprio Titã Louco. Com Thor olhando impotente, Loki é morto por Thanos. É devastador ver um personagem tão amado morrer no momento em que encontrou a redenção.

Yondu

Mesmo em comparação com os Guardiões da Galáxia, Yondu era um pouco áspero. No entanto, em Guardiões da Galáxia Vol. 2, conhecemos um pouco mais sobre ele como personagem e descobrimos que havia um lado mais suave nele.

Um dos aspectos mais emocionantes do filme é o relacionamento de Yondu com Peter Quill. Embora Ego seja o verdadeiro pai de Quill, Yondu o criou como um filho, o que o leva a se sacrificar para salvar Quill. O emocionante funeral que Yondu recebe é um momento emocionante para um personagem com o qual nunca pensávamos que íamos nos importar.

Viúva Negra

Embora um certo outro Vingador tenha recebido toda a atenção por sua morte em Vingadores: Ultimato, não foi fácil dizer adeus à Viúva Negra. Uma dos seis originais, a Viúva Negra tinha sido um membro forte da equipe e parte amada do MCU.

Vemos que “o estalo” a afetou profundamente e ela estava desesperada para encontrar uma maneira de acertar as coisas. Quando ela e Gavião Arqueiro chegam a Vormir, eles percebem que um sacrifício precisa ser feito.

Os dois velhos amigos lutam para dar a vida pela causa, mas a Viúva Negra finalmente se joga do penhasco na esperança de que os heróis tivessem uma chance.

Gamora

Embora a luta contra Thanos tenha se tornado pessoal para todos, foi Gamora quem teve o maior apego emocional. A filha favorita de Thanos, Gamora teve que enfrentar seu sentimento complicado para salvar o universo.

Em Vormir, Gamora se vê mais uma vez usada como um peão nos planos perturbados de Thanos. Ele se convenceu de que realmente se importava com Gamora e, portanto, a sacrificou para obter a Joia da Alma. Embora uma versão anterior da Gamora retorne em Ultimato, foi difícil assistir a Gamora original morrer de uma maneira tão fria.

Homem de Ferro

É justo que o herói que começou tudo tenha a morte mais comovente do MCU. Tony Stark começou sua jornada como um homem egoísta e arrogante e acabou disposto a dar sua vida para proteger todos com quem se importa.

Quando rouba as Joias do Infinito de Thanos, Tony estala os dedos, sabendo que o poder o matará. Enquanto o resto dos heróis se reúne, ele morre silenciosamente, sabendo que salvou o dia. Como Pepper diz em lágrimas, “você pode descansar agora”. É um momento emocionante para um dos personagens mais icônicos do MCU.