Onipotente, onipresente e onisciente, Deus é com certeza a entidade mais poderosa de Supernatural. É difícil não considerar o criador divino como o principal vilão da série, já que sua mão esteve envolvida nas maiores desgraças da vida dos irmãos Winchester.

A temporada final de Supernatural deve trazer o personagem de Rob Benedict como o antagonista primário, pior do que Lucifer, Azazel ou qualquer outro inimigo de Sam e Dean.

O site Screen Rant listou 10 motivos pelos quais Deus sempre foi o vilão de Supernatural; confira abaixo!


Michael

Michael sempre foi arcanjo mais fiel a Deus. Nem essa fidelidade canina fez com que o Criador se importasse com seu filho. Michael foi relegado a uma posição subordinada, e na época do conflito contra a Escuridão, ele apenas não estava em condições de lutar.

Gabriel e Raphael

Deus parece não ter apreço por seus anjos. Apresentado à oportunidade de ressuscitar Gabriel e Raphael, Chuck decide deixar os personagens mortos, alegando que o processo levaria muito tempo para ser concluído.

Mais descaso

Deus também não se importou com a situação de Gabriel quando o anjo trapaceiro estava sendo torturado e mantido como refém pelo demônio Asmodeus. Com seu poder de onisciência, ele poderia ter rapidamente descoberto o paradeiro do personagem.

Universos

Na 13ª temporada, Supernatural comprovou a existência de centenas de universos alternativos. Chuck – Deus – criou todos, mas segundo o Michael de um desses mundos, o ser divino abandonou a maioria pois eles tinham falhas. O próprio Chuck depois confirmou a informação.

Amara

Querendo se estabelecer mais uma vez como o ser mais poderoso do Universo, Deus prendeu sua irmã Amara por milhões de anos. Quando ela foi libertada por Dean, sua raiva e frustração eram justificadas.

Adam

Adam, o meio-irmão Winchester, está até agora na gaiola de Lucifer no Inferno. O personagem pode escapar após a destruição dos Portões do Inferno, mas nada disso é garantido. Deus poderia ter usado seus poderes para salvar o personagem da perdição.

Lucifer

Chuck até pediu desculpas para Lucifer na 11ª temporada, e com razão. Ele abandonou o arcanjo e o deixou preso por milhares de anos no Inferno. Que tipo de Deus faria algo assim? Foi a punição que transformou Lucifer no demônio que todos conhecem.

Não fez nada

Deus permaneceu em inércia no Paraíso durante todas as desgraças que aconteceram no planeta. Ele não se importou com genocídios, escravidão, massacres, destruição do meio ambiente ou guerras. Isso sem contar as ameaças sobrenaturais, como os Leviatãs.

Jack

Deus tem como um de seus hobbies acompanhar os sacrifícios dos irmãos Winchester, por puro sadismo. No episódio final da 14ª temporada, ele queria que Dean matasse Jack, apenas para que o Winchester também morresse.

Inerte

Deus poderia ter agido e ajudado os irmãos Winchester durante qualquer uma das 14 temporadas da série. Ao invés de fazer isso, preferiu acompanhar o sofrimento dos humanos e dos seres sobrenaturais em uma verdadeira expressão de seu egoísmo e arrogância.

Confira também a sinopse da última temporada (que não deve ter Jeffrey Dean Morgan como John Winchester) e a o novo visual de Dean Winchester! Tudo isso e muito mais pro Observatório de Séries.