John Wick é uma das franquias de cinema mais inesperadas de todos os tempos. O que era para ser apenas um filme de ação estrelado com Keanu Reeves acabou se expandindo para uma saga de filmes e até mesmo um derivado em formato de série de TV.

Com três filmes na bagagem, John Wick já apresentou muitos segredos e referências que passaram despercebidos até mesmo pelos fãs mais apaixonados. Chegou a hora de falarmos sobre eles.

O ScreenRant listou os 7 segredos de John Wick que os fãs não notaram.


Mitologia Grega e Romana

Diversos personagens do universo John Wick tem nomes que pertencem à cultura Grega ou Romana. São eles: Charon (Lance Reddick), Ares (Ruby Rose), Cassian (Common), Julius (Franco Nero). Todos esses nomes pertencem a figuras conhecidas dessas mitologias.

Baba Yaga

Antes mesmo de ver John Wick em ação, a franquia mostra que sua reputação é bem conhecida. Em uma cena memorável, Viggo conta uma história sobre Baba Yaga, um bicho-papão, e diz que John é o típico cara que você manda para matar esse tipo de criatura. Curiosamente, Baba Yaga é o nome dado a uma figura que existe no folclore eslavo, sendo descrita como uma “bruxa com pernas de galinha”.

Morte com lápis

No primeiro filme, os personagens falam o tempo todo sobre a ocasião em que John Wick matou um homem com um lápis. Para a alegria dos fãs, John Wick 2 finalmente entregou essa cena, mostrando o protagonista “esfaqueando” um homem com um lápis de maneira brutal.

Mark Dacascos

Em John Wick 3, tivemos a introdução de Zero, interpretado por Mark Dacascos. Um detalhe interessante está na primeira aparição de Zero, onde ele aparece cozinhando em um estande de Sushi, fazendo uma clara referência ao reality show de cozinha chamado Iron Chef, onde o ator Mark Dacascos é presidente.

Casablanca

Uma curiosidade interessante de John Wick é o fato do filme ser influenciado pelo clássico Casablanca. A ideia do Hotel Continental surgiu inspirada no Café de Rick, retratado em Casablanca. A devoção da série John Wick pelo clássico noir é tão grande, que no terceiro filme o protagonista chega a viajar para “Casablanca”.

Último adeus

Um detalhe interessante que os três filmes de John Wick tem em comum é a morte de seus vilões, que sempre ameaçam voltar. No primeiro filme, Viggo diz, “Ainda vou te ver John”, quando está a beira da morte; No segundo filme, a mesma frase é mencionada por Ares; E no terceiro, Zero diz a John que vai, “Reencontrá-lo antes de morrer”, mas dessa vez John diz, “Não, não vai”.

Keanu Reeves é incrível

Por conta do cronograma apertado do primeiro filme, Keanu Reeves teve que aprender passo-a-passo de cada uma das coreografias de luta de John Wick. Na famosa cena da boate, o ator estava ardendo em febre, e mesmo assim conseguiu realizar as cenas de maneira perfeita. Está explicado o porquê da internet amar Keanu Reeves, não é mesmo?