Em matéria de personagens e tramas, Chicago P.D. é uma das melhores séries da TV. A produção de Dick Wolf conta com um enorme elenco de interpretações cativantes e tramas inesquecíveis.

Acompanhando o trabalho dos policiais de Chicago, a série acerta em alguns pontos do trabalho de segurança e modifica alguns aspectos para melhor fluidez narrativa.

Confira abaixo o que é real e o que é ficção em Chicago P.D.!


Real: Tensões raciais

Assim como em Chicago P.D., na vida real tensões raciais entre policiais de Chicago são comuns. A força policial da cidade tem uma história infame de violência e truculência no tratamento de minorias, e policiais negros já admitiram ter sofrido grande quantidade de preconceito e intolerância dentro das delegacias.

Fictício: Advogados

Embora tente representar o trabalho policial de forma genuína, Chicago P.D. usa um clichê famoso de séries de investigação. Algumas vezes, os detetives não permitem que um criminoso contacte seu advogado. Na vida real, essa prática é contra a lei nos Estados Unidos.

Real: Tiroteios

Todo mundo sabe que com a quantidade excessiva de armas nos Estados Unidos, tiroteios e ataques armados são rotina. Em Chicago, a maioria dos crimes envolvendo tiros está relacionado à atividade de organizações criminosas e gangues. No ano passado, a cidade observou 978 desses incidentes.

Fictício: Unidade de Inteligência

Em Chicago P.D., a Unidade de Inteligência da polícia participa de muito mais ação que sua contraparte da vida real. Na verdade, a Unidade de Inteligência atua principalmente na investigação e análise.

Real: Acidentes

Em um momento trágico de Chicago P.D., um policial atira sem querer em uma jovem. Isso já aconteceu na vida real diversas vezes, e a cidade de Chicago contou com incidentes parecidos em pelo menos duas ocasiões em 2018.

Fictício: Algemas

Nos Estados Unidos, quando um suspeito é algemado, os policiais não podem agredí-lo de maneira nenhuma. No entanto, Chicago P.D. descumpre essa regra em algumas ocasiões já mostradas nos episódios da série.

Real: Investigação

Na quinta temporada de Chicago P.D, a série introduz um auditor contratado para investigar a polícia de Chicago. Isso realmente acontece na vida real, especialmente em épocas de contenção financeira e grandes acontecimentos.

Fictício: Sargento

A Sargento Trudy Platt tem muito mais autoridade em Chicago P.D. do que teria na vida real. A personagem, como um sargento de mesa, apenas receberia denúncias e relatos de crimes e os distribuiria para os outros oficiais da delegacia.

Real: Tortura

Um dos aspectos mais criticados de Chicago P.D. é a maneira com a equipe de Voight trata os criminosos. Na vida real, a polícia de Chicago já recebeu inúmeros processos e teve diversas investigações iniciadas por denúncias de tortura.

Fictício: Interrogatórios

Quando a polícia vai interrogar o suspeito de um crime, são utilizados diversos métodos de obtenção de informação. No entanto, os mostrados na série Chicago P.D. não correspondem às estrategias mais modernas.