A Marvel é uma franquia quase perfeita, mas é natural que ao longo de 23 filmes alguns erros acabem sendo cometidos. Muitos erros são percebidos pelos fãs mais atentos, mas outros chegam a ser admitidos até mesmo pelos profissionais envolvidos, e é sobre esses que nós vamos falar hoje.

O Digital Spy listou os principais erros que a Marvel admitiu ter cometido.

Danai Gurira fora do pôster

Quando o pôster de Vingadores: Ultimato foi lançado, os fãs logo repararam que uma coisa estava faltando. Foram listados o nome de 12 atores para os 13 personagens retratados na imagem, o que significava que alguém acabou sendo esquecido. Esse alguém era Danai Gurira, a intérprete de Okoye.


Depois da reclamação dos fãs, a Marvel corrigiu o erro, incluindo o nome de Danai no pôster e publicando a seguinte mensagem no Twitter, “Ela deveria estar lá esse tempo todo. Veja o novo pôster oficial de Vingadores: Ultimato”.

Erro na linha do tempo de Homem-Aranha

A Marvel cometeu um erro bobo em Homem-Aranha: De Volta ao Lar. O filme, que deveria se passar oito anos após os eventos de Os Vingadores, acabou sendo colocado no lugar errado na linha do tempo. A Marvel confirmou oficialmente que o filme se passa em 2016 – quatro anos após os eventos de Os Vingadores, de 2012 – por isso, os fãs terão de engolir essa “estranheza”.

Erro na linha do tempo de Stan Lee

Em Guardiões da Galáxia Vol.2, foi revelado que Stan Lee é na verdade um dos Vigias, uma entidade que observa os eventos do Universo Marvel. Essa revelação teve como objetivo explicar as participações especiais do quadrinista nos filmes do MCU, mas ela acabou criando um grande furo de roteiro.

Na cena em que ele aparece como um dos Vigias da Marvel, Stan se lembra da época em que se disfarçou de entregador do FedEx (Correio), cena que se passa no ano de 2016 em Capitão América: Guerra Civil. O problema aqui é que Guardiões da Galáxia Vol.2 se passa em 2014, ou seja, é impossível que ele se lembre de algo que ainda vai acontecer daqui dois anos.

Em uma entrevista, James Gunn, o diretor de Guardiões da Galáxia, admitiu o erro, mas brincou afirmando que ele prefere acreditar que Stan Lee se disfarçou de entregador do FedEx em outras ocasiões do Universo Marvel, o que de certa forma corrige o erro de continuidade.

Easter Egg do Colecionador

James Gunn cometeu outro erro bobo dentro do Universo Marvel. Durante o primeiro Guardiões da Galáxia, o diretor incluiu algo que parece ser o casulo de Adam Warlock no museu do Colecionador. O diretor explicou a decisão dizendo que,”Para mim, tudo isso na época era apenas para colocar coisas divertidas no museu do Colecionador. Eu não sabia que as pessoas levavam Easter Eggs tão a sério”, disse ele ao IGN.

A Manopla falsa e a real

Em Vingadores: Guerra Infinita, a Marvel revelou que a Manopla do Infinito foi feita por Eitri seguindo as ordens de Thanos, mas essa informação confundiu bastante a cabeça dos fãs, já que o artefato aparece tanto em Thor quanto em Thor: Ragnarok.

Em entrevista ao Collider, os roteiristas de Vingadores: Guerra Infinita declararam que achavam que a Manopla havia sido feita quanto Loki estava se passando por Odin, o que também não faz sentido, já que Loki só se passou por Odin em Thor: O Mundo Sombrio.

No fim das contas, a Marvel decidiu encerrar a discussão revelando que a Manopla de Asgard era falsa, mas como é possível criar um artefato falso baseado em algo que ainda não existe? Nunca saberemos.