Você só notará ESSAS coisas em Frozen se for um adulto

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Frozen, da Disney, é uma animação que atrai tanto os adultos quanto as crianças, muito por conta de sua qualidade cinematográfica e seu roteiro bem escrito.

Mesmo assim, existem algumas cenas ou referências de Frozen que só adultos entendem. O The List falou sobre elas.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Anna fez uma piada imprópria?

Em um verso de “For the First Time in Forever”, música cantada por Anna em Frozen, a personagem faz uma piada de duplo sentido bem curiosa. No trecho, “Por que eu tenho um ballroom [pista de dança] se não tenho bolas?”, ela faz uma clara referência aos testículos masculinos – que não possui.

Frozen passa no Teste de Bechdel em cinco minutos

Para os adultos que conhecem o Teste de Bechdel, que testa a representatividade feminina nos filmes, é perceptível que Frozen cumpre as regras do teste em seus primeiros cinco minutos.

No Teste de Bechdel, é preciso que um filme tenha: Mais uma personagem feminina; As duas tem que conversar entre si; O assunto não pode estar relacionado ao universo masculino. Anna e Elsa cumprem esses três quesitos logo no início de Frozen.

Metáfora para sentimentos

A dificuldade de Elsa em controlar seus poderes – que afasta ela de sua irmã Anna – é basicamente a maneira que Frozen encontrou para falar de medo e sentimentos. Tudo na verdade é uma metáfora, que mostra que quando lidamos com nossos medos abertamente, as coisas tendem a se acertar.

Relações românticas saudáveis

Frozen brinca com a abordagem ultrapassada das animações antigas da Disney, que faziam os protagonistas se apaixonarem em pouco tempo. Em Frozen, Elsa debocha do fato de Anna achar que Hans é o amor da sua vida conhecendo ele por apenas um dia – o que não acontece em histórias como A Pequena Sereia e Cinderella.

Amor de irmã

Em diversos momentos Frozen discute o empoderamento feminino, subvertendo a clássica trama em que a princesa sacrifica tudo por seu amado. Em Frozen, a relação amorosa que realmente importa é a relação fraternal entre Anna e Elsa. Essa subversão de roteiro é uma coisa que só adultos conseguem identificar – no geral.

Olaf faz piada com sua morte

Frozen brinca com a morte de Olaf fazendo uma piadinha implícita. Ao quase rimar as palavras “cuddle” (abraço) com “puddle” (poça d’água), Olaf está brincando com o fato de que sua exposição ao sol provavelmente o transformaria em uma poça d’água, o que certamente aconteceria com ele no inverno.

Pinturas baseadas em obras de arte reais

Só adultos – especialmente aqueles que gostam de arte – conseguem perceber que as pinturas de Frozen são baseadas em obras que existem no mundo real, como por exemplo a estátua de Joana d’Arc em Nova Orleans.

Frozen 2 estreia nos cinemas americanos em 22 de novembro. No Brasil, o filme chega apenas em 2 de janeiro de 2020.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio