Entre os personagens de The Walking Dead, Carol foi a que mais se desenvolveu desde o início da série. De uma mulher sensível e frágil, ela se tornou uma estrategista nata, sem medo de sujar as mãos pelo bem maior.

E isso aconteceu após muito, muito sofrimento. Carol comeu o pão que o diabo amassou em The Walking Dead, e o site Screen Rant listou alguns dos momentos mais tristes da personagem.

Confira abaixo!


O relacionamento com Ed

Carol começou The Walking Dead em uma situação bastante precária. A personagem ainda estava em um relacionamento com o abusivo Ed, que a agredia com frequência. O personagem felizmente morre no final da primeira temporada, o que permite Carol desenvolver sua trama sozinha.

A morte de Sophia

A busca por Sophia foi um dos pontos focais da 2ª temporada de The Walking Dead, e por isso mesmo a morte da personagem foi tão chocante. A perda da filha modificou Carol para sempre, que se tornou bem mais fria e impiedosa.

Exílio

Após matar Karen e David para proteger os outros sobreviventes, sua família, Carol foi banida da prisão por Rick. O momento surpreendeu muitos fãs, que consideraram a atitude de Rick excessiva e desnecessária.

Mika e Lizzie

Em um dos episódios mais sinistros de The Walking Dead, Carol descobre que Lizzie matou sua própria irmã, Mika. Assustada, ela decide matar Lizzie. Carol fica traumatizada, mesmo essa não sendo sua cena mais triste envolvendo a morte de crianças.

Outra pessoa

Após a tragédia de Lizzie e Mika, Carol mudou completamente como personagem, e se envolveu em várias tramas nas quais ignorava seu luto e dor. As repetitivas situações contribuíram para piorar ainda mais o estado mental da personagem.

Ezekiel e o Reino

Carol resolve se juntar a Ezekiel e desenvolve um romance com o Rei. Ela também começa a fazer parte do Reino, o que foi, segundo alguns fãs, o pior arco da personagem. Ela foi isolada de sua família original, e a história acabou não indo para lugar nenhum após a morte de Henry.

A perda de Henry

Durante a trama de The Walking Dead, Carol definitivamente foi a personagem que mais perdeu entes queridos. Ela perdeu sua filha biológica na segunda temporadas e suas duas filhas adotivas na quarta temporada. No sexto ano, ela se aproximou do filho de Jesse, que morreu pouco depois. Na sétima temporada, ela presenciou a morte de Benjamin, o irmão mais velho de Henry. Finalmente, na nona temporada ela também perde Henry após dedicar anos de sua vida à criação do garoto.

A próxima temporada de The Walking Dead estreia em 6 de outubro.