Polêmicas e protestos: Os episódios mais controversos de Friends

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Friends é uma das sitcoms mais famosas de todos os tempos e conta com fãs no mundo inteiro. A série é vista com nostalgia e apreço por muita gente, porém nem todos se sentem assim em relação à atração.

Muitos episódios de Friends foram criticados por seus enredos e tramas. Algumas dessas críticas claramente vem da diferença como certos temas eram tratados na época da exibição da série e hoje em dia. Outros, são mais complicados.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O site Showbiz CheatSheet listou os episódios mais polêmicos de Friends; confira abaixo!

Helena

Marta Kauffman, a criadora de Friends, já afirmou em entrevista que seu maior arrependimento é a maneira como a série tratou a história de Helena, o pai de Chandler que se assumiu trans.

“Acho que na época não tínhamos muito conhecimento sobre pessoas trans, e não tenho certeza se usamos os termos apropriados. Esse é o meu maior arrependimento em Friends”, afirmou Kauffman ao jornal USA Today.

Na série, a personagem foi interpretada por Kathleen Turner, uma atriz cis.

É no episódio do casamento de Monica e Chandler que as piadas com a identidade de gênero de Helena foram mais proeminentes e cruéis, com basicamente todos os personagens tirando sarro de sua aparência.

O babá

Transfobia não foi o único problema de Friends. No episódio em que Rachel tenta contratar um homem para trabalhar como babá de sua filha Emma, Ross fica insatisfeito com a mudança nos papéis de gênero.

A premissa do episódio é basicamente mostrar as reações exageradas de Ross aos comportamentos “femininos” do babá, interpretado por Freddie Prinze Jr.

Meninos de azul e meninas de rosa

Ross com certeza é o personagem mais problemático de Friends. Outro episódio que mostra como o personagem de David Schwimmer tinha atitudes machistas e homofóbicas envolve o filho Ben.

O garoto começa a manifestar interesse por brinquedos visto como “femininos” por Ross, como bonecas Barbie. O pai, com medo do filho “virar gay”, incentiva Ben a brincar brinquedos tradicionalmente masculinos.

A ira dos fãs

“The One in Barbados: Part 2” não causou polêmica por ser preconceituoso ou antiquado, mas por trazer o início de uma das tramas mais odiadas pelos fãs de Friends.

É nesse episódio que Rachel finalmente cede às investidas de Joey e beija o amigo pela primeira vez, começando o pior relacionamento da série, segundo os fãs.

O namoro de Joey e Rachel foi encarado logo após sua estreia com desdém e desconfiança dos fãs, que não viam química nenhuma entre os personagens e consideravam a narrativa clichê e forçada.

Uma piada fora de hora

O terceiro episódio da oitava temporada de Friends, “The Onw Where Ross Tells Rachel”, foi exibido em 11 de outubro de 2001, exatamente um mês depois do atentado das Torres Gêmeas, que aconteceu em 11 de setembro.

Como o episódio foi filmado antes do atentado terrorista, a trama original trazia uma cena em que Chandler faz uma piada que envolve bombas em aeroportos.

O episódio original está hoje em dia disponível na íntegra em plataformas digitais, porém na época da exibição, a cena foi deletada e trocada por uma narrativa diferente em respeito às vítimas do ataque.

Friends continua disponível na Netflix

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio