Com 16 temporadas já lançadas e mais duas confirmadas, Grey’s Anatomy é a série médica mais bem sucedida e duradoura de todos os tempos. O que muitos fãs não sabem é que algumas das maiores reviravoltas foram criadas por decisões de última hora.

Shonda Rhimes sempre gostou de brincar com as emoções dos fãs, e as modificações de última hora aumentaram ainda mais a carga dramática da série.

O site CheatSheet listou as mudanças de última hora que modificaram completamente Grey’s Anatomy; confira abaixo!


A gravidez de Cristina

Na primeira temporada de Grey’s Anatomy, Cristina fica grávida do Dr. Burke. Devido ao caráter secreto do relacionamento, ela pensa em abortar o feto. Se dependesse de Shonda Rhimes, a personagem de Cristina Yang prosseguiria com a interrupção da gravidez.

Os executivos da ABC, no entanto, não queriam envolver a série com um tema tão polêmico em sua primeira temporada. Por isso, Cristina acabou passando por uma gravidez ectópica.

A chegada de Karev

Originalmente, o episódio de estreia de Grey’s Anatomy não contava com a participação de Alex Karev. Na época da gravação do episódio, o ator Justin Chambers ainda não havia sido contratado pela emissora!

Por isso, as cenas de Karev no primeiro episódio foram incluídas digitalmente no processo de pós-produção. O primeiro episódio “real” de Alex Karev é o segundo episódio de Grey’s Anatomy.

O bebê de April

Muitas séries preferem esconder digitalmente as gestações de atrizes envolvidas. Quando Sarah Drew revelou estar esperando um bebê, Shonda Rhimes decidiu incluir o desafio pessoal da atriz na trama de sua personagem April.

Drew já afirmou que a inclusão de sua gravidez na série foi um “verdadeiro presente”, já que ela teve a oportunidade de experimentar o processo importante na vida real e como sua personagem. Felizmente, o bebê real de Sarah Drew não sofreu o mesmo destino trágico de sua contraparte em Grey’s Anatomy.

A despedida de Callie

Normalmente, séries contam com um bom tempo para o planejamento da despedida dos personagens cujos intérpretes desejam deixar a produção. No caso de Callie Torres, no entanto, Shonda Rhimes só foi informada da intenção de Sara Ramirez meses antes de sua despedida.

Por isso, o fim de Callie em Grey’s Anatomy foi visto por muitos como forçado e acelerado, o que prejudicou a qualidade de seus últimos episódios.

O amor de Denny

A introdução de Denny em Grey’s Anatomy foi planejada por Shonda Rhimes desde a primeira temporada da série. Na trama original, no entanto, outra médica se apaixonaria pelo paciente.

Originalmente, Cristina cairia de amores por Denny. No entanto, por uma decisão de última hora dos roteiristas, a narrativa foi assumida por Izzie. Dada a própria personalidade de Cristina, é difícil imaginar a personagem protagonizando as mesmas cenas vividas por Katherine Heigl.

Essa é a personagem que mais está sofrendo na 16ª temporada de Grey’s Anatomy? Meredith e DeLuca já formam um relacionamento morto em Grey’s Anatomy? Além disso, a atriz Ellen Pompeo revelou um ambiente tóxico nos bastidores. Para saber mais sobre séries, acesse o Observatório de Séries.

Grey’s Anatomy exibe atualmente sua 16ª temporada.