Veja como os monstros de The Witcher realmente deveriam ser

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

The Witcher estreou na Netflix na última semana e já vem sendo considerada como uma das melhores séries da plataforma em 2019. Com uma trama repleta de magia, batalhas épicas e uma ótima interpretação de Henry Cavill, a produção é um grande sucesso.

A série conta com várias criaturas sobrenaturais que foram inspiradas em figuras mitológicas do mundo todo.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O site Looper listou todas as inspirações; confira abaixo!

Kikimora

The Witcher tem um duelo impressionante entre Geralt e uma criatura terrível em suas primeiras cenas. A besta e Kikimora, uma criatura que se assemelha a uma aranha gigante.

O nome Kikimora vem da mitologia eslávica, mas a descrição da figura é bem diferente. No folclore, a Kikimora é uma criatura que invade as casas das pessoas entrando pelo buraco da fechadura, sempre trazendo más notícias, pesadelos e paralisia do sono. A aparência da Kikimora é uma mistura de mulher idosa e pássaro.

Striga

Em The Witcher, Striga é a filha de uma Rainha, amaldiçoada pelos pecados da mãe. Na série, a maldição pode ser destruída se a criatura não retornar para seu túmulo antes da alvorada.

A Striga (ou Strzyga) que inspirou a personagem de The Witcher vem do folclore polaco e é considerada uma das criaturas mais perigosas do folclore da região. Segundo a lenda, Strigas são pessoas que nascem com duas almas. Uma das almas se separa do corpo e se transforma em uma espécie de mostro voador, de pele azul e penas negras. A criatura também pode se transformar em uma coruja para sugar o sangue das vítimas.

Sylvan

No mundo de The Witcher, Sylvan são uma raça de criaturas híbridas entre humanos e bodes. Os Sylvan são pacíficos e preferem não se intrometer no mundo dos humanos.

Sylvan é um termo relacionado a bosques e florestas. A aparência do personagem é semelhante a de criaturas de várias mitologias, como os Yakshas do sul da Ásia, o Puck inglês e Pan, o deus grego dos bosques.

Djinn

Em The Witcher, o Djinn aparece rapidamente e une os destinos de Geralt e Yennefer. O ente mágico vem da mitologia árabe e histórias islâmicas.

De acordo com a mitologia islâmica, os Djinns são espíritos feitos de fogo sem fumaça, e podem mudar de forma como quiserem. O aspecto de realizador de desejos dos “gênios” só ficou famoso no século XVIII, com a adição de várias histórias modernas à antologia As Mil e Uma Noites.

Doppler

Na metade da primeira temporada de The Witcher, a série introduzir o Doppler, um perigoso metamorfo que pode assumir qualquer forma desejada.

A criatura é inspirada no conceito de “doppelgänger”, ou duplo. No entanto, de acordo com o folclore alemão, os duplos não podem mudar de forma, e são associados a uma pessoa em especial. Dessa forma, cada duplo representa uma cópia quase perfeita de um indivíduo específico.

Duny

No quarto episódio de The Witcher, a história apresenta uma adaptação do conto “Hans My Hedgehog”, dos irmãos Grimm. Na lenda, Hans nasce com pernas humanas, corpo e cabeça de ouriço. Anos depois de ser banido por sua família, ele se encontra com 2 reis e acaba ganhando a mão de uma princesa em casamento.

É exatamente isso que acontece com Duny, o cavaleiro amaldiçoado que ganha a mão de sua esposa pela Lei da Surpresa.

Dríades

Em The Witcher, as Dríades da floresta de Brokilon são poderosas guerreiras que protegem seu território de maneira exemplar. Na série, as personagens aparecem sempre armadas e com armaduras naturais.

As Dríades vem da mitologia grega, sendo identificadas como uma espécie de Ninfa sempre associada a uma floresta ou bosque em particular. As criaturas não eram conhecidas por suas habilidades de luta, mas podiam se transformar em árvores.

Renfri

A história de Renfri, morta por Geralt, é inspirada no conto original da Branca de Neve. No conto, a madrasta de Renfri vê em seu espelho uma cena da personagem matando alguém.

Por pedido de Stregobor, a Rainha envia Renfri para a floresta para ser morta, mas a personagem sobrevive após ser estuprada e roubada. Ela estabelece também uma gangue de criminosos e quase é morta por uma maça envenenada enviada pela Rainha.

Dragão

No episódio “Rare Species”, Geralt e Jaskier se juntam a um grupo de guerreiros competindo para matar um dragão. Os dragões são criaturas encontradas em mitologias de quase todos os continentes.

No ocidente, as criaturas podem representar tanto nobreza e poder quanto maldade extrema, sendo associadas ao Diabo. No oriente, eles sempre representam a honra e avatares divinos.

Ghoul

Em The Witcher, os Ghouls aparecem no episódio “Much More”. A criatura é inspirada por uma figura do folclore árabe.

De acordo com a mitologia, os Ghouls vivem em cemitérios ou campos de batalha e se alimentam de carne humana em decomposição. Eles também podem tomar a forma de belas mulheres para a atração das vítimas.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio