Vikings é a série histórica mais popular da atualidade, com milhões de fãs no mundo inteiro e uma boa parte deles no Brasil. A série faz um ótimo trabalho ao combinar elementos históricos e narrativas cativantes.

Durante as 6 temporadas da série, fãs já se despediram de alguns dos personagens mais icônicos da produção. Embora certas figuras tenham dado adeus fora das câmeras, outras contaram com mortes épicas que até hoje são lembradas pelo público.

O site Screen Rant listou as mortes mais épicas de Vikings; confira abaixo!


Rei Ecbert

Diferente da maioria dos itens desta lista, a morte do Rei Ecbert não foi um evento estrondoso e heroico, mas sim um reflexo do intelecto do monarca e da maneira épica com a qual o personagem construía seus planos.

Mesmo com um exército Viking em sua porta, Ecbert tem a satisfação final de escolher a forma de sua morte, cometendo suicídio em sua amada casa de banhos.

Siggy

Nem todos os atos heroicos acontecem em campos de batalha. Um dos maiores sacrifícios de Vikings foi feito por uma personagem subestimada por muitos fãs: Siggy.

Na terceira temporada de Vikings, Siggy pula em um lago congelado para salvar as vidas de Ubbe e Hvitserk, os filhos de Ragnar. A personagem até poderia ter escapado, mas acaba aceitando a morte ao lembrar de sua falecida filha, Thyri.

Jarl Borg

Jarl Borg foi introduzido na temporada de estreia de Vikings. Ele se apresenta como o governante da região de Gotäland, e é o primeiro marido de Torvi. Logo em suas primeiras aparições, o personagem revela não ser um individuo confiável.

O personagem é executado por ordens de Ragnar pela Águia de Sangue, o método mais épico e violento utilizado pelos nórdicos.

Ragnar

A morte de Ragnar foi extremamente heroica pela maneira que o protagonista encarou seu fim. Ele não abaixou a cabeça para as forças cristãs do Rei Aelle, e morreu desafiando o monarca e seus exércitos, prometendo que seus filhos buscariam vingança e prevendo sua chegada a Valhalla.

O fim do personagem foi tão épico que o próprio Odin desceu de Asgard para avisar a família do herói.

Lagertha

Foi a última batalha da personagem que deixou os fãs com os olhos marejados, relembrando o motivo de Lagertha ser uma figura tão icônica. A guerreira enfrentou Whitehair sozinha, e recusou a ajuda de Gunhild e outras donzelas de escudo em seu momento de maior necessidade. Quando tudo parecia perdido, a grande guerreira vira o jogo e consegue superar o agressor.

Lagertha acaba morrendo assassinada por Hvitserk, e é honrada pelo funeral mais impressionante de Vikings. Em uma sequência épica, a série mostra a personagem ascendendo à Valhalla acompanhada das Valquírias e se reencontrando com Ragnar.

Vikings exibe sua temporada final.