Série da Netflix revela detalhes chocantes de terrível crime real

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O “true crime”, gênero de filmes, séries e documentários que falam de crimes da vida real, é um dos mais promissores da atualidade. Já fazendo sucesso nos Estados Unidos há alguns anos, a temática vem conquistando também o público brasileiro com produções na Netflix.

O lançamento mais recente da plataforma nesse gênero é A Mente do Assassino: Aaron Hernandez, sobre a história do promissor jogador de futebol americano que matou um outro atleta e cometeu suicídio na cadeia.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O site Screen Rant listou os momentos mais chocantes da série documental; confira abaixo!

Telefonemas

Um dos aspectos mais sinistros do novo documentário da Netflix é a exibição dos telefonemas entre Hernandez e seus entes queridos gravados enquanto o jogador estava preso. As cenas revelam o verdadeiro alcance do colapso mental do atleta.

Participação especial

O julgamento de Aaron Hernandez, tanto pelo assassinato de Odin Lloyd quanto pelos crimes anteriores, é uma parte interessante do documentário. Um dos momentos mais impressionantes é o depoimento de Robert Kraft, bilionário dono do time New England Patriots.

Culpado!

Hernandez foi condenado à prisão perpétua em 2013 pelo assassinato do jogador de basquete Odin Lloyd. Na época, o julgamento foi transmitido na íntegra por emissoras americanas. Quando o juiz declara Hernandez culpado, a expressão do jogador mostra uma fria resignação.

Inocente!

Em outro crimes, Aaron Hernandez foi considerado inocente. O jogador foi um dos únicos suspeitos dos assassinatos de dois imigrantes que morreram em Boston. Ninguém sabia se Hernandez seria inocentado, e a decisão do júri faz o ex-jogador chorar na frente das câmeras, tirando um peso dos ombros.

Suicídio

Aaron Hernandez cometeu suicídio em 19 de abril de 2017, dias após ser inocentado do assassinato dos imigrantes de Cabo Verde. Ele se enforcou em sua cela na cadeia. A verdadeira razão da morte do infame ex-jogador provavelmente nunca será revelada.

CTE

Uma das revelações mais importantes acontece no final de A Mente do Assassino: Aaron Hernandez. Uma investigação póstuma do cérebro do ex-jogador indicou que Hernandez sofria de encefalopatia traumática crônica, uma doença causada por persistentes lesões na cabeça, especialmente comum em ex-atletas, particularmente jogadores da NFL. A revelação ajuda a entender o estado mental que Hernandez se encontrava na época dos crimes.

A Mente do Assassino: Aaron Hernandez está disponível na Netflix.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio