Mais de 150 milhões de pessoas no mundo possuem assinatura da Netflix, o que significa que a plataforma é hoje uma das mais populares do mundo.

Pensando nisso, o site WhatCulture decidiu listar algumas curiosidades sobre a Netflix que são pouco exploradas. Vamos falar sobre as mais interessantes entre elas.


10 – The Witcher é a série original mais popular da Netflix

Sim, muita gente acha que séries como Stranger Things, Orange is The New Black e 13 Reasons Why fizeram mais sucesso, mas a série mais grandiosa da Netflix acabou sendo The Witcher.

Em janeiro deste ano, a Netflix reportou que a 1ª temporada de The Witcher foi a temporada mais popular da plataforma até hoje. 46% dos assinantes assistiram à série, o que é um número bem impressionante.

9 – Netflix no micro-ondas

Em 2020, é possível assistir à Netflix no forno micro-ondas. Sim, é isso mesmo.

Nos EUA, o aparelho micro-ondas “GE Appliances Kitchen Hub” vem com uma televisão de 27 polegadas acoplada, que inclui serviços como Hulu, Spotify e Netflix. É o futuro chegando na cozinha dos cidadãos americanos…

8 – A primeira série original

House of Cards foi a primeira série original da Netflix. Apesar de já existir há um bom tempo, a Netflix só começou a produzir conteúdo original em 2013, com a 1ª temporada de Boue of Cards, protagonizada por Kevin Spacey e Robin Wright.

7- Mais de 76 mil categorias

Todos sabemos como catálogo da Netflix é extenso, mas ele é ainda mais complexo do que imaginamos.

A Netflix possui mais de 76 mil categorias diferentes para definir os seus filmes e séries, que vão desde “Dramas premiados” até “Séries de TV americanas baseadas em livros”. Tudo isso existe para tornar específico o gosto de cada assinante.

6 – A Noruega é o segundo país onde a Netflix é mais popular

Depois dos EUA, a Netflix tem o mercado mais forte na Noruega.

De acordo com um estudo do Emarketer, 62,4% da população norueguesa assina a Netflix, o que é bem impressionante.

5 – O nome original da Netflix

Antes de se tornar popular, a Netflix se chamava… Kibble. Bizarro não é mesmo?

Nos EUA, muitas pessoas se referem à comida de cachorro como “kibble”, portanto, a Netflix acertou ao mudar de nome. Esse certamente não seria muito atrativo.

4 – Processo bizarro

A Netflix já enfrentou diversos processos, mas nenhum foi tão bizarro quanto o caso de George Keritsis em 2016.

Assinante da Netflix, Keritsis entrou na justiça para reclamar do aumento de preço da plataforma, que passou de US$ 7.99 para US$ 9.99 depois de um tempo.

Segundo o assinante, a Netflix prometeu a ele que o valor que ele pagava seria uma “garantia para a vida toda”.

3 – Por que a Netflix não tem propaganda?

O motivo é simples. De acordo com o CEO da Netflix, Reed Hastings, o objetivo da plataforma não é “explorar os usuários” obtendo dados o tempo todo.

Segundo ele, o objetivo da Netflix é focar em “streaming e prazer do consumidor” e incluir anúncios demais poderia atrapalhar a experiência dos usuários.

2 – Netflix no mundo dos games?

A Netflix não produz apenas séries e filmes.

Recentemente, a plataforma criou alguns jogos baseados em séries como Stranger Things e The Dark Crystal. Será que teremos um jogo de The Witcher também?

De acordo com o diretor de jogos da Netflix, Chris Lee, a plataforma deve expandir seus jogos nos próximos anos.

1 – A Netflix está bem endividada

Apesar do sucesso, a Netflix também tem os seus grandes problemas.

De acordo com a Variety, em 2020 a Netflix deve algo em torno de US$ 13,5 bilhões.

Isso se deve ao fato de que a Netflix teve que investir muito para obter o sucesso que tem hoje. Essa tendência vai continuar, já que a Netflix pretende investir mais de US$ 17 bilhões em conteúdo original em 2020, o que só mostra como a plataforma não tem medo de arriscar.