Com o Oscar 2020 se aproximando, aqueles que gostam de cinema costumam correr contra o tempo para assistir os filmes e documentários que foram indicados na premiação mais importante da indústria cinematográfica.

Essa tarefa se tornou mais fácil com a chegada da Netflix, que mostrou sua força e conseguiu emplacar diversas produções no Oscar nesses últimos anos. 2020 não foi diferente.

Se você é daqueles que não quer (ou não pode) sair de casa para ver os indicados ao Oscar, criamos para você a lista de todos os filmes da premiação que estão disponíveis na Netflix. Não se preocupe, o texto está livre de spoilers. Boa maratona!


A Vida em Mim

Indicações: Melhor Documentário de Curta-Metragem

A Vida em Mim é um documentário de curta-metragem que fala sobre a conturbada situação das crianças refugiadas na Suécia, que sofrem da misteriosa doença chamada Síndrome da Resignação. O curta sueco foi dirigido por Kristine Samuelson e John Haptas.

Indústria Americana

Indicações: Melhor Documentário

O documentário Indústria Americana mostra as consequências econômicas e culturais da chegada de uma empresa chinesa em Ohio, nos Estados Unidos. A direção é de Steven Bognar e Julie Reichert.

Democracia em Vertigem

Indicações: Melhor Documentário

Democracia em Vertigem é um documentário brasileiro que mostra os bastidores do Impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff. A produção também analisa a polarização da política brasileira e acompanha o passado político da família da cineasta Petra Costa, que dirige o filme.

Perdi Meu Corpo

Indicações: Melhor Animação

O filme francês Perdi Meu Corpo é uma animação de fantasia, que conta a história de uma mão decepada que busca desesperadamente retornar para o resto de seu corpo, se tornando um ser completo. A produção foi dirigida por Jérémy Clapin.

Klaus

Indicações: Melhor Animação

Klaus é uma animação espanhola que retrata a improvável amizade entre um fabricante de brinquedos e um carteiro, que juntos levam alegria e esperança para uma cidade sem vida. A animação tem direção de Sergio Pablos.

Dois Papas

Indicações: Melhor Ator (Jonathan Pryce), Melhor Ator Coadjuvante (Anthony Hopkins) e Melhor Roteiro Adaptado (Anthony McCarten).

Dois Papas é um drama dirigido pelo brasileiro Fernando Meirelles (Cidade de Deus).

Baseado no livro “O Papa”, Dois Papas conta a história da transição de poder entre o conservador Papa Bento XVI (Anthony Hopkins) e o liberal Papa Francisco (Jonathan Pryce) na Igreja Católica.

História de um Casamento

Indicações: Melhor Filme, Melhor Ator (Adam Driver), Melhor Atriz (Scarlett Johansson), Melhor Atriz Coadjuvante (Laura Dern), Melhor Roteiro Original (Noah Baumbach) e Melhor Trilha Sonora (Randy Newman).

História de um Casamento, dirigido por Noah Baumbach (Frances Ha), é um drama sobre o conturbado divórcio de Charlie (Adam Driver) e Nicole (Scarlett Johansson), um casal de artistas que luta pela guarda do filho em meio ao luto pelo fim do relacionamento.

O Irlandês

Indicações: Melhor Filme, Melhor Diretor (Martin Scorsese), Melhor Ator Coadjuvante (Al Pacino e Joe Pesci), Melhor Roteiro Adaptado (Steven Zaillian), Melhor Direção de Arte (Bob Shaw e Regina Graves), Melhor Fotografia (Rodrigo Prieto), Melhor Figurino (Sandy Powell e Christopher Peterson), Melhor Montagem (Thelma Schoonmaker) e Melhores Efeitos Visuais.

O Irlandês é um drama dirigido por Martin Scorsese (O Lobo de Wall Street, Taxi Driver, Os Bons Companheiros, entre outros).

Baseado no livro “I Heard You Paint Houses”, O Irlandês conta a história de Frank Sheeran (Robert De Niro), um gângster e sindicalista que ganhou a vida cometendo assassinatos para a um grupo da máfia americana.