Com o passar do tempo, a franquia Velozes e Furiosos mudou seu foco. Nos primeiros filmes da franquia, corridas de carro eram o núcleo da história. Na era mais recente, a “Fast Saga”, os longas se tornaram grandes tramas de ação com armas poderosas e veículos impressionantes.

Muitos fãs não sabem, mas os bastidores de Velozes e Furiosos escondem algumas histórias trágicas e polêmicas.

O site Looper citou algumas; confira abaixo!


Acidente

Durante as gravações de Velozes e Furiosos 9, realizadas em parte no Reino Unido, o dublê de Vin Diesel sofreu um grave acidente. De acordo com o The Sun, Joe Watts caiu de uma grande altura durante a filmagem de uma sequência de ação. O dublê chegou a ficar em coma induzido, mas já se recuperou.

A morte de Paul Walker

No último ano,  a morte de Paul Walker completou 6 anos. O ator faleceu em um trágico acidente automobilístico em 2013, e deixou saudades em fãs e colegas de Velozes e Furiosos. Walker faleceu junto com o amigo Roger Rodas, que o acompanhava em seu Porsche Carrera GT após um evento de caridade realizado na Califórnia.

Reação do elenco

Vin Diesel, o Dominic Toretto de Velozes e Furiosos, sentiu a morte do colega profundamente. E Paul Walker não era apenas um companheiro de cena do ator. O intérprete de Brian em Velozes e Furiosos era um dos melhores amigos de Vin Diesel. O protagonista da franquia lamentou a passagem do amigo com uma postagem emocionante no Facebook, que se estabeleceu por muitos anos como a foto mais curtida da rede social. Tyrese Gibson, Dwayne Johnson e outros atores também prestaram homenagens.

Nos filmes

Velozes e Furiosos contou com uma despedida emocionante para Brian, o personagem de Paul Walker. O ator foi recriado digitalmente para a cena final de Velozes e Furiosos 7, considerada até hoje uma das mais icônicas da franquia. Ao invés de matar o personagem de Walker, a produção do filme decidiu que Brian se aposentaria do mundo das corridas.

Homenagem

A música “See You Again”, de Wiz Khalifa e Charlie Puth também foi produzida como tributo a Paul Walker. A canção fez parte da trilha sonora de um dos filmes de Velozes e Furiosos, e foi composta pelo britânico Charlie Puth em pouco mais de 10 minutos.

Legado

Paul Walker pode ter morrido, mas seu legado continua para sempre, no mundo do cinema e no mundo das corridas. O ator deixou para trás a filha Meadow Rain Walker, fruto de seu relacionamento com a modelo Rebecca Soteros. Vin Diesel é o padrinho da jovem, que atualmente tem 21 anos. Os membros do elenco de Velozes e Furiosos admitem que é difícil continua a franquia sem Paul Walker, mas que continuam em homenagem ao ator.

Velozes e Furiosos 9 estreia em 21 de maio.