Publicidade

Killing Eve: As mortes que quebraram os corações dos fãs

Publicado por Alexandre Guglielmelli

02/04/2020 04:00

Protagonizada por Sandra Oh, a Cristina Yang de Grey’s Anatomy e Jodie Comer, Killing Eve acompanha a história de uma agente do serviço de inteligência britânico que se envolve em uma obsessiva jornada em busca de uma perigosa assassina.

Killing Eve é um grande sucesso de público e crítica, e faz o maior sucesso em premiações como o Emmy e o Globo de Ouro, e é uma boa pedida para fãs de histórias de investigação e assassinatos.

O site Screen Rant listou as mortes mais tristes da trama de Killing Eve; confira abaixo!

Atenção! Contém spoilers de Killing Eve.

Sebastian 

O grande erro de Sebastian foi entrar na vida de Villanelle. O personagem não fez nada para merecer sua morte, mas acabou encontrando seu fim ao se envolver com a assassina. Sebastian morre acidentalmente ao cheirar o perfume envenenado da vilã.

Gemma

Gemma também não fez nada de errado para merecer sua morte, apenas foi pega no meio do jogo de gato e rato entre Eve e Villanelle. Ela é presa em um armário pela assassina como “punição” ao marido Niko, e acaba morrendo sufocada.

Nadia 

Após ser traída por Villanelle e deixada para morrer, Nadia vai parar na cadeia. A assassina se infiltra na prisão para terminar o serviço, provando que nunca gostou realmente da ex-parceira.

Gabriel 

A morte de Gabriel é um dos momentos mais chocantes de Killing Eve. Após dividir um quarto de hospital com o adolescente acidentado, ela o mata em sua fuga. Na mente de Villanelle, a morte foi um “ato de misericórdia”, feito para evitar mais sofrimento.

Bill

A morte de Bill também foi extremamente chocante. O chefe e melhor amigo de Eve acredita estar um passo a frente de Villanelle, mas acaba caindo em uma armadilha e é apunhalado até a morte pela assassina. 

As duas primeiras temporadas de Killing Eve estão disponíveis no Globoplay.

Publicidade