Manifest é a mais nova série de mistério pronta para ganhar o coração dos fãs de tramas intrigantes e reviravoltas chocantes.

Mesmo fazendo sucesso com grande parte do público por sua fluidez narrativa, alguns críticos e sites especializados criticaram a produção por suas semelhanças com a eterna Lost.

Manifesf e outras séries já tentaram emular o estilo e o sucesso de Lost, mas todas acabaram falhando no processo.


Para justificar o argumento, escolhemos alguns exemplos; confira abaixo!

FlashForward

FlashForward foi a cópia mais descarada de Lost. A série da ABC foi produzida exatamente para conquistar os fãs da então recém terminada produção, e acabou falhando miseravelmente no processo. A premissa trazia um blackout que nocauteava a maior parte da população mundial e permitia visões do futuro. Mesmo com um enredo diferente, FlashForward se inspirava muito no estilo narrativo de Lost, e durou apenas uma temporada.

Invasion

Outra série lançada no auge do sucesso de Lost, Invasion é uma reimaginação da clássica história de Os Invasores de Corpos ambientada no período atual. A série contava a história dos reflexos de um furacão na Flórida, que traz criaturas aquáticas misteriosas com os poderes de assumir o controle de corpos humanos. Assim como FlashForward, Invasion só durou uma temporada.

Surface

Surface foi lançada pela NBC em 2005 para contrabalancear o sucesso de Lost. Devido à transmissão dos Jogos Olímpicos, a primeira temporada da série teve os episódios divididos, o que prejudicou sua audiência. A série contava a história de uma nova forma de vida que começa a aparecer em todos os mares. Surface não conseguiu encontrar seu público e só durou uma temporada.

Alcatraz

Lançada em 2012, Alcatraz tentou seduzir parte do público de Lost com a escalação de Jorge Garcia, o Hurley, no papel principal. Ambientada na prisão de Alcatraz em diversos períodos da história, a série era um projeto de ficção científica com grande ênfase em viagens no tempo e paradoxos. Assim como as outras séries desta lista, durou apenas uma temporada.

Revolution

Produzida também por JJ Abrams, esta série da NBC trazia Elizabeth Mitchell, a Julie de Lost, no papel principal. Revolution era ambientada em uma distopia pós-apocalíptica que se estabeleceu após um desastre energético destruir a maioria dos avanços tecnológicos modernos. Assim como Lost, a série apostava em flashbacks e flash-forwards para contar a história e resolver os mistérios da trama. Revolution durou 2 temporadas.

Manifest

Este drama da NBC conseguiu conquistar uma parcela expressiva do público e já foi renovado para uma terceira temporada. Manifest, assim como Lost, acompanha a história de um avião que desaparece misteriosamente. A série aposta mais em temas sobrenaturais, e teve uma recepção crítica mediana, embora sua temporada inaugural foi sucesso de audiência nos EUA.

The Event

The Event é outra série de mistério que usa flashbacks na condução de sua história e traz um avião desaparecido como tema principal. O drama durou apenas uma temporada e foi lançado em 2010, o mesmo ano que Lost chegou ao fim.

Terra Nova

Com uma campanha de marketing intrigante e grande investimento da Fox, Terra Nova foi uma grande decepção para espectadores e críticos. A série era ambientada em um futuro distópico que se assemelhava aos períodos cretáceos. Produzida por Steven Spielberg, a série contava até com dinossauros, mas nem isso foi suficiente para manter a atenção do público.

Dollhouse

O drama de ficção científica de Joss Whedon foi um projeto à frente de seu tempo, e provavelmente seria uma das séries mais aclamadas caso fosse produzida hoje em dia. Infelizmente, em 2009, a série não conseguiu atrair grande parte do público e foi cancelada após 2 temporadas. Desde então, a produção recebeu status cult por fãs de ficção científica e até hoje é considerada um projeto inovador e criativo. Se Dollhouse tivesse continuado sua trama, as chances eram de se tornar tão influente quanto Lost.