Publicidade

Se as séries da Marvel/Netflix ainda existissem, veja o que aconteceria

Publicado por Bruno Tomé

18/04/2020 18:35

Os fãs da Marvel que gostavam das séries da Netflix foram abandonados. Tudo aconteceu porque os estúdios se desentenderam e cancelaram todas produções.

Com isso, Demolidor, Luke Cage, Punho de Ferro, Jessica Jones e O Justiceiro nunca tiveram um desfecho. Quase todas terminaram com finais abertos, muito por imaginarem que teriam continuidade.

Os cancelamentos aconteceram ainda em 2018. Quase dois anos depois, é bem provável que a Marvel não reinicie as séries no Disney+.

Por isso, em uma lista, o Screen Rant imaginou o que aconteceria nas novas temporadas de cada série da Marvel na Netflix.

Luke Cage tem o final mais aberto

O final de Luke Cage foi o que mais deixou os fãs curiosos. O herói assumiu ser o grande símbolo do Harlem e subiu o nível na luta contra o crime.

Luke Cage termina a 2ª temporada dominando o bar que já foi do Boca de Algodão. Ao mesmo, Mariah Dillard é assassinada pela própria filha, que se mostraria uma grande vilã.

A 3ª temporada mostraria essa possível batalha contra Tilda, a Nightshade, e ainda poderia mostrar Luke sendo tentado a usar o poder dele de outras formas.

“Nós sabemos que poder pode corromper”, observou Mike Colter, o showrunner, na época da estreia da 2ª temporada. Assim, Luke Cage teria sua própria trajetória sombria.

Punho de Ferro pulou no tempo por nada

O final da 2ª temporada de Punho de Ferro indicava uma grande mudança para Danny Rand. Ela desistiu de usar o manto do herói, por hora, e o passou para Colleen Wing.

O mistério ficou, porém, pelo salto no tempo de seis meses. Danny viajou para Ásia com Ward e voltou a ter o poder do Punho de Ferro. Já Colleen parecia estar tendo dificuldade em proteger Nova York.

Na 3ª temporada, Danny e Ward teriam uma parceria como dois bons agentes da lei. Enquanto isso, o futuro de Colleen indicava uma batalha contra Luke Cage.

O principal da temporada seria a história secreta do Punho de Ferro, que seria revelada.

Demolidor e um novo propósito

Demolidor era a série da Marvel na Netflix de maior sucesso – foi a que abriu o universo. Com três temporadas, foi a produção com o maior desenvolvimento para o herói.

A 3ª temporada quase teve um final fechado. O Demolidor derrotou Wilson Fisk, de forma humilhante, e voltou a conversar com Foggy e Karen.

No futuro, Matt Murdock atuaria na Murdock & Page, como um advogado.

O ponto aberto, que foi indicado para 4ª temporada, era que o vilão Mercenário apareceria. Ele é um dos maiores rivais do Demolidor.

Justiceiro para sempre

O Justiceiro também quase teve um encerramento completo. Ao final da 2ª temporada, Frank Castle entendeu melhor a sua posição como anti-herói – aceitando o título dele.

Não apenas isso, o herói derrotou Billy Russo, o Retalho, o homem que mandou matar a família dele. No final do seriado, o Justiceiro aparece perseguindo criminosos, como nos quadrinhos.

Dessa forma, é indicado que ele permaneceu “limpando” a cidade. A Marvel tinha planos para 3ª temporada, mas eles não foram revelados.

Jessica Jones tem o final mais completo

Quando a 3ª temporada de Jessica Jones foi lançada, em 2019, a série já sabia que estava acabando. Não apenas isso, todos sabiam que o universo da Marvel na Netflix não existiria mais.

A temporada final colocou Jessica Jones contra a irmã adotiva, Trish Walker, que virou a Felina. Mas, em uma reviravolta, deixou de ser uma heroína e se tornou uma assassina.

No fim, Jessica Jones conseguiu que Trish fosse presa. A heroína quase fugiu para o México, mas ouviu a voz de Kilgrave em sua cabeça e decidiu ficar.

Jessica Jones voltou para as investigações Alias. Se tivesse uma 4ª temporada, seria um arco completamente novo.

As séries da Marvel estão disponíveis na Netflix. A editora não informa se pretende retomar as histórias desses heróis em outra plataforma ou usá-los de outra forma.

Publicidade