Hoje em dia, filmes de super-heróis dominam as bilheterias do mundo inteiro. No entanto, no início dos anos 2000 era difícil prever essa tendência, e vários projetos da Marvel foram cancelados subitamente.

Caso os filmes tivessem realmente sido produzidos, o MCU hoje teria uma nova cara, com personagens diferentes e participações de heróis e vilões bem conhecidos.

Listamos a seguir algumas sequências de filmes da Marvel que foram canceladas abruptamente; confira:


Homem-Aranha 4

Originalmente, a trilogia de Homem-Aranha de Sam Raimi teria mais um capítulo. O diretor queria terminar a saga com chave de ouro, em um filme que traria John Malkovich como Abutre e Anne Hathaway como a vilã Gata Negra, sem contar com uma participação especial de Bruce Campbell como Mysterio. Como a produção do filme demorou demais, a Sony optou por um reboot do personagem, que passou a ser interpretado por Andrew Garfield.

O Justiceiro 2

O Justiceiro é um personagem das HQs extremamente difícil de adaptar para o cinema ou TV. Antes de Jon Berthal assumir o manto do personagem na Netflix, Frank Castle foi interpretado por Thomas Jane em um filme de 2004. O roteiro de uma possível sequência foi produzido por Kurt Sutter, o criador de Sons of Anarchy, e abordaria os profundos traumas emocionais do anti-herói, encontrando a humanidade por trás da violência. Infelizmente, a produção do longa foi adiada diversas vezes, o que fez com que Thomas Jane abandonasse o projeto.

Máquina de Combate

Quando o MCU ainda estava nascendo, a possibilidade de um filme solo do Máquina de Combate foi levantada, logo após o sucesso do personagem em Homem de Ferro 2. O filme seria mais obscuro e violento que Homem de Ferro, e traria Rhodey desrespeitando ordens expressas do governo por motivos éticos. O projeto não foi para a frente pois Shane Black, o diretor de Homem de Ferro 3, queria conduzir o personagem em uma outra direção.

Crossover de X-Men e Quarteto Fantástico

Antes da estreia do criticado reboot de O Quarteto Fantástico, lançado em 2015, Bryan Singer afirmou que um crossover entre a equipe e os X-Men estava em seus planos. No entanto, o fracasso monumental do novo Quarteto nos cinemas rapidamente matou o projeto.

Homem-Aranha 3 (com Andrew Garfield)

Andrew Garfield viveu Peter Parker em apenas 2 filmes do Homem-Aranha, porém a ideia original era que o ator interpretasse o Aranha em uma trilogia. O terceiro capítulo da história teria acompanhado a vida de Peter após a morte de Gwen Stacy, com uma trama envolvendo o retorno de personagens mortos.

Surfista Prateado

Originalmente, Quarteto Fantástico 2 teria sido concebido como uma porta de entrada para um filme solo do Surfista Prateado. O longa começaria momentos depois dos eventos do final de Quarteto Fantástico 2, e lidaria com os efeitos da desobediência do Surfista a Galactus. Em uma história cósmica, o personagem retornaria ao planeta Zenn-La para salvar os habitantes do apetite de Galactus.

Magneto

Na época da produção de X-Men Origens: Wolverine, a Fox tinha planos para lançar vários filmes com as histórias de origem dos membros da equipe de mutantes. Um deles, descrito como um drama de guerra mostraria a juventude de Magneto nos campos de concentração nazistas. Como o filme solo de Wolverine foi muito criticado, a empresa acabou arquivando o novo projeto.

Sexteto Sinistro

Além de um terceiro capítulo, a saga do Homem-Aranha de Andrew Garfield contaria com um derivado sobre o Sexteto Sinistro. O filme seria “o Esquadrão Suicida antes do Esquadrão Suicida”. Segundo o site IGN, o filme não tentaria aliviar a vilania dos personagens, colocando-os contra um monstro cósmico chamado Gog.