Supernatural termina com a 15ª temporada. Os fãs estão ansiosos para saber como será esse desfecho.

Há um forte indicativo de que Sam e Dean podem morrer. No entanto, os espectadores também querem saber como o universo de Supernatural ficará após a batalha contra Chuck, o Deus da série.

Uma teoria pode ser considerada simplesmente perfeita. A sugestão conta com esses dois pontos e dá um fim emocionante para Supernatural.


A teoria é que Dean acaba morrendo. O protetor irmão mais velho fará isso para salvar Sam.

Assim, ao matar Chuck, Jack assume o lugar de novo Deus. O incrível sobre isso é que o novo Todo Poderoso de Supernatural teria recebido ensinamentos de Sam, Dean e Castiel.

Nesse final, Sam ainda ficaria com Eileen – fazendo justiça a vida normal que ele sempre quis e Castiel seria um conselheiro de Jack.

Além dessa sugestão, há outras teorias que são interessantes para o final de Supernatural.

Fim trágico para Sam e Dean

Uma teoria é de que os dois irmãos Winchester podem morrer. Sam e Dean se sacrificariam para acabar com Chuck.

Com isso, Castiel e Jack continuariam o legado deles. Dean até deixaria instruções para os cuidados com o Impala dos Winchester.

Supernatural acaba com o sobrenatural

Uma teoria interessante é que a morte de Chuck acaba com todas criaturas mágicas do mundo. Assim, Sam e Dean ficariam vivos e sem ter que lidar com o sobrenatural.

Além disso, abre espaço para um revival no futuro – com o sobrenatural voltando e Sam e Dean retornando para descobrir o que está acontecendo.

Reunião no fim de Supernatural

Há mais uma teoria com a morte de Sam e Dean. Porém, eles vão para o céu e lá encontram todos que já passaram pela vida deles.

Assim, Supernatural terminaria com uma grande reunião de Sam, Dean, os pais deles e os amigos que foram mortos ao longo da série.

A 15ª temporada de Supernatural está em hiato por causa do coronavírus (COVID-19). Os episódios finais chegam a partir do segundo semestre.

No Brasil, Supernatural está disponível no Globoplay e na Amazon Prime Vídeo.