O Demolidor foi um grande sucesso nos anos 90, estrelado por dois grandes pesos-pesados da época, Sylvester Stallone e Wesley Snipes, junto com uma jovem Sandra Bullock também. Na superfície, é uma história distópica de um policial e um criminoso, que saem do sono criogênico no futuro para se enfrentarem mais uma vez.

Mas é muito mais do que um filme de ação com cenas pesadas. Influenciado por Admirável Mundo Novo de Aldous Huxley, O Demolidor também possui tons satíricos para uma América consumista altamente desigual do futuro.

Recentemente, Stallone anunciou que uma sequência de O Demolidor pode estar em andamento, levando a muita especulação entre os fãs do clássico.


Há várias coisas a esperar dessa sequência tão aguardada. Mas pode acabar sendo uma decepção, apesar da espera.

O Observatório do Cinema separou alguns dos motivos pelos quais os fãs podem ficar um pouco nervosos com a sequência de O Demolidor.

Um novo elenco pode arruinar a diversão

Mesmo que as estrelas originais retornem, elas seriam mostradas como tendo envelhecido por razões óbvias. Mesmo um certo rejuvenescimento no estilo de O Irlandês pode não impedir os produtores de colocar o filme alguns anos à frente da linha do tempo do original.

Isso significa que novos jovens atores podem se juntar ao grupo.

Embora a introdução de membros mais jovens do elenco para uma franquia existente possa ajudar (Blade Runner 2049 é um exemplo significativo), às vezes, esse elemento pode ter um impacto negativo na franquia. Tome a série O Exterminador do Futuro como um exemplo.

Sylvester Stallone pode ter controle criativo

Embora Stallone não tenha revelado muitos detalhes para o projeto, é claro que o filme o apresentaria na liderança ou em um papel de destaque. Agora, para a maioria das sequências do ator, ele tem uma tendência a assumir o controle criativo.

Pode ser Stallone cuidando dos papeis de diretor, roteirista ou ambos.

Enquanto ele é um ótimo roteirista, como pode ser visto em seu roteiro aclamado para o primeiro filme de Rocky, sua história e diálogos às vezes saem pela culatra. Isso pode ser visto como o caso dos poucos filmes finais das franquias Rocky e Rambo.

Estatisticamente, é uma oportunidade de fracassar quando Stallone assume o controle criativo, fazendo os fãs cruzarem os dedos de nervosismo.

A viagem no tempo é um tema clichê na atualidade

Um dos principais temas de O Demolidor era a viagem no tempo. Stallone, acordando de seu sono criogênico para se ajustar a uma sociedade futurista, pode ser comparado ao Capitão América ser “descongelado”.

Mas esse não é o único paralelo com o qual o filme pode ser comparado.

A viagem no tempo, em toda a sua glória, era um tema que foi praticamente esgotado com filmes no século passado. Então, nas últimas duas décadas, a indústria cinematográfica também teve sua cota justa de filmes de viagem no tempo mais introspectivos e filosóficos, como Looper: Assassinos do Futuro e O Predestinado.

Se a sequência também for lidar com viagens no tempo, pode parecer um pouco clichê.

A maldição das sequências de Sandra Bullock

Miss Simpatia e Velocidade Máxima, esses foram alguns dos maiores sucessos de bilheteria de Sandra Bullock nos anos 90. Infelizmente, ela não pôde continuar o sucesso de ambos os filmes com as sequências muito decepcionantes, Miss Simpatia 2: Armada e Poderosa e Velocidade Máxima 2.

Basicamente, seu histórico com sequências não foi tão impressionante. Então, a atriz quebraria essa tendência em O Demolidor 2? Isso é algo que ainda está para ser visto.

Ainda assim, Sandra Bullock provou ser uma atriz incrível uma e outra vez, e essa é uma possibilidade a longo prazo.

Pode ter uma produção problemática

A pandemia global de coronavírus atrasou o lançamento e a produção de várias sequências de franquias como Indiana Jones e Jackass. Stallone já estava trabalhando em dois projetos, Caçadores e Os Mercenários 4.

Isso levou à especulação de que o público só conseguiria um novo filme de O Demolidor até 2023.

Além da preocupação em torno de uma produção problemática e demorada, um lançamento em 2023 também marcaria o 30º aniversário do filme original. A questão, no entanto, é a incerteza se ainda haveria entusiasmo do grande público para a sequência ou não.

Somente o tempo pode dizer o que acontece a seguir.

O Demolidor chegou aos cinemas em 1993. O elenco contou com Sylvester Stallone, Wesley Snipes e Sandra Bullock.