A ordem para se ver os filmes de Star Wars sempre foi motivo de debate entre os fãs.

Apesar de não existir uma ordem certa para assistir os filmes de Star Wars, a franquia oferece opções e combinações diferentes para que os fãs recém convertidos tenham sua própria experiência na franquia.

Com a chegada do Star Wars Day, comemorado neste 4 de maio, decidimos revelar a ordem correta para assistir Star Wars. Além dos Episódios I a IX, estão incluídos também os derivados Han Solo: Uma História Star Wars e Rogue One, além da série The Mandalorian, do Disney+.


Confira:

Uma Nova Esperança (1977)

O primeiro filme de Star Wars lançado deve ser o primeiro da maratona. Uma Nova Esperança serve como a introdução perfeita ao universo Star Wars, introduzindo Luke, Han, Leia, Darth Vader entre outros personagens icônicos.

Muitos argumentam que o certo é começar pelo Episódio I, seguindo a ordem cronológica, mas começar pelo Episódio IV faz muito mais sentido narrativo.

O Império Contra-Ataca (1980)

Continuação imediata de Uma Nova Esperança, O Império Contra-Ataca é o filme mais amado entre a maior parte dos fãs de Star Wars. Com reviravoltas e momentos emocionantes, o longa é perfeito para ser assistido logo após o seu predecessor.

O Retorno de Jedi (1983)

Fechando a trilogia clássica, temos o Retorno de Jedi, que é o filme mais contestado dos primeiros três Star Wars. Apesar de seus defeitos, O Retorno de Jedi é a conclusão perfeita para a trilogia original, concluindo a história de Darth Vader, Luke, Leia e Han Solo de forma brilhante – mesmo que temporariamente.

A Ameaça Fantasma (1999)

Agora, chegou a hora de fazer um grande flashback e voltar para a origem de Darth Vader, o jovem Anakin Skywalker. A trilogia prelúdio de Star Wars é muito odiada – A Ameaça Fantasma ganha ódio em especial – mas ela é necessária para entender a origem de um dos maiores vilões do cinema.

Ataque dos Clones (2002)

Continuando a história de Anakin, Ataque dos Clones apresenta os mesmos defeitos de A Ameaça Fantasma – acrescentando ainda por cima um romance totalmente constrangedor. Capítulo do meio da trilogia prelúdio de Star Wars, Ataque dos Clones começa a se aprofundar na jornada sombria de seu protagonista.

Rogue One (2016)

É aqui que as coisas se tornam bem diferentes. Depois de dois filmes bem ruins de Star Wars, o derivado Rogue One, que se passa bem no futuro, serve como uma quebra perfeita de expectativa.

Filme mais sombrio de Star Wars, Rogue One te lembra porque Darth Vader é tão ameaçador, e porque é importante ver sua origem sendo contada nos prelúdios.

A Vingança dos Sith (2005)

A Vingança dos Sith é o melhor filme da trilogia prelúdio de Star Wars – o que não é difícil. O longa encerra a transição de Anakin para Darth Vader, contando a sombria história de um herói que se torna um dos maiores monstros da galáxia.

Apesar dos problemas ainda presentes da trilogia prelúdio – como diálogos e atores ruins – esse Star Wars ao menos conta uma história interessante.

Han Solo: Uma História Star Wars (2018)

Depois de quatro filmes sem ver Han Solo, está na hora de descobrir sua origem. Han Solo: Uma História Star Wars não é nem de longe um bom filme, mas sem grandes expectativas, ele pode acabar se tornando bem divertido. Ele também serve como uma quebra para a “pedrada” que vem por aí.

O Despertar da Força (2015)

Chegou a hora de entrar na trilogia nova de Star Wars. O Despertar da Força é um bom filme – apesar de suas semelhanças com Uma Nova Esperança – que apresenta protagonistas interessantes em Rey, Finn Poe e Kylo Ren.

Os Últimos Jedi (2017)

Controverso, Os Últimos Jedi continua a história de Rey, Kylo Ren e os outros personagens da nova trilogia. O retorno de Luke Skywalker não agrada todos os fãs, mas o longa é tecnicamente um dos melhores de Star Wars já feito, além de ter a coragem de trazer reviravoltas para a trama que muitos outros filmes não tiveram.

A Ascensão Skywalker (2019)

Outro filme polêmico, Star Wars: A Ascensão Skywalker desfaz tudo o que Os Últimos Jedi construiu. As reviravoltas que não agradaram são desfeitas, e a nostalgia volta a ser a muleta da franquia.

O final dos nove episódios principais de Star Wars emociona, mas não traz o charme que muitos fãs esperavam.

The Mandalorian (2019)

The Mandalorian, série do Disney+, é o futuro de Star Wars. A série explora cantos da galáxia nunca antes vistos, de forma criativa e inovadora, sem nenhuma conexão com a trama dos Skywalker. É uma boa pedida para quem está cansado de todo o papo de nostalgia.