As adaptações cinematográficas da saga Crepúsculo, de Stephenie Meyer, foram assoladas por expectativas ridiculamente altas dos fãs, graças à quantidade de adulação que os visuais dos personagens receberam pelos olhos da narradora central, Bella Swan.

Da beleza impossível (e brilhos) dos vampiros da família Cullen às texturas de papel dos guardas Volturi à força animal dos membros do bando Quileute, a atenção de Meyer aos detalhes descritivos significava que as versões cinematográficas tinham que ser perfeitamente fieis para manter os fãs felizes.

Enquanto alguns dos personagens ganharam vida tal como foram escritos, outros ficaram praticamente irreconhecíveis. Uma equipe especializada em Photoshop trabalhou com sua “mágica” em alguns dos personagens para revelar como a saga do cinema às vezes fazia as coisas direito e às vezes errava totalmente o alvo.


Além disso, existem algumas das ilustrações originais para mostrar como a franquia de cinema às vezes era assustadoramente perfeita. Aqui está como o elenco de Crepúsculo deve realmente parecer, de acordo com os livros.

Edward Cullen

Os pensamentos de Bella sobre a atratividade de Edward Cullen foram constantes ao longo de toda a série Crepúsculo, e Meyer, sem dúvida, usou seu dicionário em um esforço para encontrar todos os sinônimos disponíveis para descrever seus ardentes olhos dourados, sorriso torto e deslumbrante beleza.

A escolha de um relativo ator iniciante (na época), Robert Pattinson, foi baseada em mais do que apenas sua aparência marcante, mas esse aspecto era importante, com certeza.

Independentemente de ele ter cumprido os padrões para todos os leitores, ele certamente era bonito o suficiente, embora um pouco velho demais para o papel. Suas vestimentas ao longo da série eram uma história diferente, no entanto.

Ele também tinha a tez carrancuda compartilhada pelos Cullen, sombras profundas nos olhos e cabelo ruivo para combinar com o papel… na primeira parte da saga, pelo menos. Mas ele ainda deveria estar vestido de uma maneira mais elegante, além de ser muito mais jovem e mais magro que a versão na tela.

Bella Swan

A escolha de Kristen Stewart para o papel de Bella Swan, a humana desajeitada que tem um encontro casual com o destino numa cidade sonolenta, foi notavelmente acertada, especialmente depois que ela pintou o cabelo de uma cor mais escura e usou lentes de contato.

Ela era pálida, magra e tão desajeitada quanto a versão descrita em forma humana nos livros de Crepúsculo.

Jacob Black

Ao contrário da maioria dos personagens, Jacob Black passou por uma transformação corporal impressionante em toda a saga Crepúsculo, passando de um garoto simpático para um homem musculoso com pele escura (e pelo, quando em forma de lobo).

Taylor Lautner certamente aumentou sua musculatura para combinar com o crescimento do personagem, mas ele nunca teve a postura dominadora da versão dos livros de Crepúsculo.

Carlisle Cullen

O bom patriarca, médico e vampiro Carlisle Cullen teve uma adaptação controversa. Peter Facinelli fez um trabalho decente imbuindo toda a calma e compaixão necessárias de sua personalidade, é claro, mas ele era muito mais velho que a idade descrita para o personagem.

Nos livros de Crepúsculo, ele mal passava dos 20 anos, mas Facinelli tinha 35 anos quando assumiu o papel. Meyer originalmente queria Henry Cavill, então com 20 e poucos anos, para o papel.

Esme Cullen

A calorosa e adorável mãe vampira Esme era a pessoa mais discreta da família Cullen nos livros e filmes. Elizabeth Reaser, que interpretou a personagem, se encaixou muito bem ao papel, com seus cabelos cor de mel.

Se o cabelo dela não escurecesse em filmes posteriores, tudo teria sido perfeito, mas infelizmente isso aconteceu.

Jane

Se há uma personagem que quase não se parece com a descrição dos livros, é Jane, interpretada por Dakota Fanning. Ela não era tão andrógina ou minúscula quanto a versão dos livros, e seus cabelos loiros não eram nada parecidos com os da personagem original.

Ela deveria ser facilmente confundida com seu gêmeo terrorista Alec (interpretado por Cameron Bright), o que não era o caso.

Aro

Michael Sheen disse antes que mesmo sua filha Twihard teve alguns problemas em imaginá-lo no papel de Aro, porque, embora ele tenha sido descrito como tendo cabelo longo, ele ainda, de alguma forma, ressoava como um vampiro careca na mente de muitos fãs.

Comparando sua aparência com os livros de Crepúsculo, porém, foi uma caracterização bastante impressionante.

No Brasil, todos os filmes de Crepúsculo estão disponíveis no Amazon Prime Video.