Saiba qual é a melhor ordem para assistir os filmes de X-Men

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

É chover no molhado falar que a cronologia dos X-Men é uma das mais confusas e incoerentes do cinema contemporâneo, e não há uma forma certa de fazer 100% de sentido.

Porém, aqui fazemos nosso melhor para tentar formar um guia de maratona da franquia X-Men. Não necessariamente da forma mais apropriada, mas tentando cobrir os eventos de forma cronológica.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Vale lembrar que Os Novos Mutantes, outro derivado da franquia, se passam nos dias atuais. Assim, o filme pode ser assistido antes ou depois dos longas de Deadpool.

X-Men: Primeira Classe

O título entrega que este é o primeiro da cronologia, e faz sentido começar por ele. Ambientada em 1963, a trama envolve Charles Xavier conhecendo Magneto e o início da escola de mutantes, em meio ao conflito da Crise dos Mísseis Cubanos da Guerra Fria.

X-Men: Dias de um Futuro Esquecido (A)

Agora a brincadeira fica mais complicada. X-Men: Dias de um Futuro Esquecido mistura as duas linhas do tempo da franquia, sendo ambientado em 1973 para continuar os eventos de Primeira Classe e em 2023 para a continuidade da franquia original. Então, se assistirmos a “metade” do passado, é possível funcionar. 

X-Men Origens: Wolverine

Esse filme traz elementos difíceis de serem lidados sob qualquer ângulo. Ele é focado na história de Logan e o processo da Arma X, sendo ambientado principalmente na década de 80. A incongruência fica em mostrar Charles Xavier andando e careca, encontrando versões jovens de Emma Frost e Scott Summers.

X-Men: O Filme

O primeiro filme lançado, e que inicia uma fase mais contida. Ambientado em 2000, o primeiro filme dos X-Men mostra o encontro de Wolverine com o Professor Charles Xavier, para um dos confrontos mais relevantes contra Magneto.

X-Men 2

3 anos depois, os X-Men enfrentam a ameaça do militar William Stryker, homem responsável por criar as garras de adamantium de Wolverine na década de 80. 

X-Men: O Confronto Final

Mais 3 anos se passam e os X-Men lidam com duas questões de extrema importância: o advento de uma cura mutante, que divide a sociedade, e o retorno de Jean Grey na forma da vilanesca Fênix Negra. O filme termina com a morte de Charles Xavier, Ciclope e Jean, e também com Magneto perdendo seus poderes – ou era o que parecia.

Wolverine: Imortal

A segunda aventura solo do Carcaju de Hugh Jackman é uma sequência direta para os eventos de O Confronto Final. Principalmente por vermos Logan afetado e deprimido pela morte de Jean Grey, partindo para uma aventura no Japão. Na cena pós-créditos, é revelado que Xavier está vivo e Magneto recuperou seus poderes, recrutando Wolverine para mais uma aventura.

X-Men: Dias de um Futuro Esquecido (B)

É aí que precisamos de Dias de um Futuro Esquecido novamente. O lado do futuro se torna mais relevante por continuar os eventos envolvendo Wolverine, Xavier, Magneto e os X-Men originais da primeira trilogia. Como esse filme muda o passado, ele também cria uma segunda linha do tempo, que traz mais da geração de James McAvoy, Michael Fassbender e Jennifer Lawrence.

X-Men: Apocalipse

Ambientado em 1983, o filme continua os eventos da linha do tempo do passado, colocando os X-Men enfrentando o vilão Apocalipse. O filme novamente traz Wolverine na Arma X, mas agora encontrando brevemente os X-Men, e também introduz a ideia de que Jean Grey já tem a força Fênix.

X-Men: Fênix Negra

Na nova linha do tempo, os X-Men estão em 1992, atuando como uma equipe própria após os eventos de Apocalipse. Seu desfecho, como estamos em uma linha diferente, vai para um caminho distinto daquele visto em X-Men: O Filme, com a morte de Jean e aposentadoria de Xavier em Genosha.

Logan

Saltando novamente para o futuro criado pelos eventos de Dias de um Futuro Esquecido, acompanhamos uma realidade desolada e sombria. Aqui, temos apenas um envelhecido Logan e um senil Charles Xavier, que lutam para sobreviver em um futuro distópico.

Deadpool 1 e 2

Os filmes de Deadpool são irrelevantes para a linha do tempo dos X-Men. Afinal, o mercenário de Ryan Reynolds vive em uma realidade onde é capaz de quebrar a quarta parede e constantemente menciona a Fox e o elenco dos filmes. Portanto, não deve ser levado em conta na cronologia.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio