Publicidade

Velozes e Furiosos esconde polêmicos segredos de bastidores; veja

Publicado por Bruno Tomé

24/03/2021 22:00

Velozes e Furiosos é uma franquia que chega a duas décadas na atividade e fazendo grande sucesso. No meio do caminho, a história conseguiu se reinventar e ganhar todo um novo público.

Mesmo assim, os filmes são conhecidos por algumas histórias exageradas. Isso vai de manobras impossíveis até planos malucos para salvar o dia.

O que os fãs podem não saber é que os bastidores de Velozes e Furiosos também contam com algumas histórias que são, no mínimo, polêmicas. A franquia não foi marcada apenas pela briga de Dwayne Johnson, o The Rock, e Vin Diesel.

Como se sabe, os atores brigaram por conta do protagonismo da franquia – tendo até discussões quentes no set. As estrelas de Velozes e Furiosos parecem ter se resolvido, porém a franquia tem muitas outras histórias.

Conheça abaixo alguns casos da franquia.

Atrizes não podiam dirigir

No primeiro Velozes e Furiosos, o filme escalou atrizes que não tinham documento de habilitação. De acordo com o Screen Rant, duas das estrelas, Jordana Brewster e Michelle Rodriguez, não sabiam dirigir – assim elas não podiam assumir o volante nas cenas. O trabalho ficou com dublês. O curioso é que a situação se repetiu no segundo filme da franquia, com a escalação de Devon Aoki.

Vin Diesel não queria voltar

Em uma das contradições de Hollywood, Vin Diesel não quis voltar para Velozes e Furiosos 2. O primeiro longa alavancou a carreira dele e de Paul Walker, mas na época da continuação, o astro comentou que queria que o filme original permanecesse como uma aventura única.

O estúdio Universal, porém, não queria ver o ator saindo da franquia. Assim, fez Vin Diesel voltar em troca de direitos sobre o personagem Riddick, interpretado pelo astro nas telonas.

A indecisão de Sun Kang

O ator de Han aparece em Velozes e Furiosos: Desafio em Tóquio pela primeira vez, quando é aparentemente morto. Por conta do personagem, a linha do tempo dos filmes é alterada. Nos bastidores, porém, Sun Kang disse ao Coming Soon que “nunca mais voltaria” para franquia após a conclusão da história dele. Em Velozes e Furiosos 9, isso está mudando.

Ameaça para deixar franquia

A Letty de Michelle Rodriguez quase teve um destino diferente na franquia. A atriz lutou para que a personagem tivesse mais espaço e fosse valorizada. Para isso, a estrela de Velozes e Furiosos chegou a ameaçar se demitir. Isso aconteceu quando a produção queria colocar uma história em que Letty tinha um caso com Brian, personagem de Paul Walker, pelas costas de Dom.

Um Dom diferente

Quando Velozes e Furiosos estava em desenvolvimento, o papel de Dom quase ficou com Timothy Olyphant, o que hoje fãs consideram que seria estranho. Outras quase escalações da franquia quase foram Denzel Washington como Senhor Ninguém, no lugar de Kurt Russell, e Keanu Reeves como o misterioso diretor da ETEON.

Gasto insano para destruição

Filmes como Velozes e Furiosos possuem grandes orçamentos. Porém, para o quinto da franquia, o diretor Justin Lin fez um pedido que ganha destaque. O cineasta fez o estúdio comprar vagões de trem para a grande sequência do filme. Tudo foi destruído e o valor total gasto foi de US$ 25 milhões (ou mais de R$ 140 milhões).

Cena bem real

O diretor Justin Lin é um adepto de conseguir chegar o mais próximo possível da realidade. Em Velozes e Furiosos 6, a incrível sequência da perseguição com um tanque foi realmente filmada. O momento poderia ser feito completamente com computação gráfica, o que não aconteceu.

Velozes e Furiosos 9 tem previsão de estreia para julho de 2021.

Publicidade