10 coisas estranhas que Michael Jackson fazia com seus funcionários

O rei do pop tinha suas peculiaridades

Publicado em 5/17/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Falando do aspecto artístico, ninguém pode negar que Michael Jackson foi um dos maiores de todos os tempos, cantando, compondo e dançando, ele era simplesmente genial. Mas além dos escândalos, o rei do pop tinha suas estranhezas e seus ex-funcionários comprovaram isso.

Ao mesmo tempo que o cantor compôs alguns dos maiores sucessos da história, que certamente continuarão sendo inesquecíveis, ele também se envolveu em problemas judiciais e fez algumas aparições bizarras em público.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Para você que é fã do gênio que foi Michael Jackson e quer saber ainda mais das particularidades de sua vida, nós separamos diversas coisas estranhas que os seus funcionários afirmaram que ele fazia.

Confira a lista:

Regra com os funcionários

Como muitas celebridades, Michael Jackson, tinha suas excentricidades, sua ex-empregada Adrian McManus, contou que ele tinha uma regra com todos os seus funcionários, que os proibia de olhar para ele.

Outro idioma

Um dos motoristas mais antigos de Michael Jackson era um armênio chamado Gokor. O cantor se deu ao trabalho de aprender um pouco da língua armênia, para falar com seu motorista em sua língua nativa. De acordo com o motorista foi um gesto de respeito de Michael, e também para que eles pudessem discutir questões adultas na frente dos filhos de Gokor.

Coisas perturbadoras

Apesar de Michael Jackson ter sido absolvido das acusações de abuso contra menores, sua ex-empregada Adrian McManus, afirmou que presenciou abusos no rancho Neverland, e disse em uma entrevista que ele não era um bom patrão: “Eu sinto que ele era um manipulador”.

Michael usava táxis

De acordo com seu motorista Gokor, Michael Jackson pedia para ser levado aos lugares de táxi, para evitar os paparazzi, principalmente quando estava com seu amigo, o ator Macaulay Culkin, e os dois iam tomar sorvete. Macaulay sempre negou que Michael fosse pedófilo.

Michael fazia pegadinhas com os funcionários

Lou Ferrigno que era personal trainer de Michael Jackson, e que ficou mais conhecido pela série de televisão O Incrível Hulk, disse que Michael gostava de fazer pegadinhas com ele, pois Lou era 85% surdo, mas ele sempre levou na brincadeira.

Cartões de crédito

Os seguranças de Michael Jackson sempre o elogiaram e o defenderam, principalmente o guarda-costas Bill Whitfield, mas ele disse que uma coisa que o deixava intrigado: “Nós ficamos com ele por lealdade … Mas havia momentos em que estávamos em hotéis e os cartões de crédito estavam estourados e a gerência estava prestes a nos pedir para sairmos. E eu pensava, como isso está acontecendo?”.

Falência

Talvez agora nós possamos entender porque os cartões de Michael Jackson estavam estourados, ele estava praticamente falido, por mais incrível que pareça, mas o rei do pop gastava demais.

Seu ex-consultor de negócios Myung-Ho Lee entrou com um processo alegando que Jackson estava à beira da falência. De acordo com Lee, Jackson estava em dívida de US $ 200 milhões devido a despesas extravagantes e também alegou que ele devia US $ 12 milhões em salários não pagos.

Generosidade

Michael era muito cuidadoso com seu cabelo, e em gesto de generosidade e gratidão para sua cabelereira de longa data Phinnie Thompson, ele deu à ela, uma das primeiras televisões com vídeo cassete e um foto autografada.

A paixão pela princesa Diana

O guarda-costas de Michael Jackson, afirmou que ele era apaixonado pela Princesa Diana e que até sonhava em se casar com ela: “Michael me disse que a amava, estava apaixonado por ela e queria se casar com ela. Ele me disse que ela era sua esposa ideal.”

“Ele sentia que ela era a única pessoa no mundo que poderia entender sua vida em termos de não poder ir a lugar nenhum e as histórias da mídia que saíam do controle.”

Acusações

O documentário de 2019, Leaving Neverland, faz duras acusações contra Michael, detalhando horríveis abusos. Seu ex-guarda-costas Ralph Chacon disse que testemunhou abusos. A irmã do cantor La Toya, também disse que acreditava nas acusações e que achava anormal ele dividir a cama com crianças.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio