Os detalhes em Army of the Dead que fãs da Netflix não notaram

Filme de Zack Snyder conta com interessantes pistas e também referências do cinema

Publicado em 26/5/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

ALERTA DE SPOILERS

Army of the Dead: Invasão em Las Vegas entrega muito mais do que os fãs da Netflix notam. Diversos detalhes colocados por Zack Snyder passam despercebidos pelos espectadores.

Até mesmo referências mais óbvias, como um sósia de Elvis Presley, escondem outros detalhes. Por isso e pela trama cheia de ação e zumbis, Army of the Dead faz muito sucesso na Netflix.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Vale lembrar que o longa deve virar uma franquia. Com isso, os fãs devem se preparar para ainda mais referências no futuro de Army of the Dead.

Confira abaixo os detalhes que fãs da Netflix não notaram.

Maestro da destruição

Army of the Dead: Invasão em Las Vegas mostra a invasão zumbi na cidade. A trilha sonora escolhida é Viva Las Vegas, popularizada por Elvis Presley, que tem até um sósia sendo transformado nessa trama.

Porém, a trilha sonora tem mais um detalhe. A música conta com riffs e trechos que combinam perfeitamente com a ação em tela.

Por exemplo, um “kapow” é ouvido quando o Cassino Olimpo é atingido por um helicóptero. Ou ainda, um “ah, droga” é dito na canção quando o paraquedista cai no meio dos zumbis.

No fim, a música se torna melancólica e Allison Crowe assume o microfone. A mudança deixa claro que Las Vegas ficará para os zumbis. A referência sobre Crowe é que ela também canta em O Homem de Aço, outro filme de Zack Snyder.

Reunião emocionante

Os créditos iniciais mostram como os mercenários se conhecem. É a primeira vez que os fãs da Netflix notam Scott Ward, de Dave Bautista, em ação.

Porém, esse trecho também tem uma história, que traz uma reunião emocionante. Além dos protagonistas, uma treinadora de futebol é apresentada. Ela vira uma matadora de zumbis e consegue encontrar a filha perdida dela.

Quando elas estão prestes a escapar, os zumbis conseguem ficar com elas. No fim, um contêiner usado para cercar Las Vegas mata as duas.

Salvador vira o destruidor

O final de Vanderohe esconde a reviravolta de Army of the Dead: Invasão em Las Vegas. O mercenário achou que fugiria com o dinheiro, mas descobre que foi mordido por um zumbi quando está no avião.

A ironia nisso é que no começo do filme, quando deixa Las Vegas, Vanderohe sai da cidade salvando um piloto. No fim do longa da Netflix, o mais novo zumbi do pedaço acaba de dar um terrível destino para outro piloto de avião.

Uma conspiração

Army of the Dead: Invasão em Las Vegas aborda bastante o tema conspiração. Primeiro, os militares comentam que pegaram a carga, até então desconhecida, na Área 51.

Ao que parece, o zumbi alfa pode ser um alien que poderia se tornar uma arma biológica para guerra. Caso os recém-casados não tivessem batido nos militares, esse poderia ser o destino de Zeus.

O que reforça isso é que Tanaka está cercado de militares quando recebe a resposta de Scott sobre a invasão. O roubo era uma distração para que Martin pegasse a cabeça da Rainha e fugisse com o que realmente era importante para os poderosos.

Possivelmente, Tanaka trabalha com os militares e o governo.

Tributo para Zack Snyder

O diretor de Army of the Dead decidiu relembrar a própria carreira na Netflix. Na foto acima, há uma clara referência disso.

No lado da porta há rolos de câmera que simbolizam a Liga da Justiça de Zack Snyder. O filme foi feito antes do Snyder Cut ter uma definição na HBO Max. Com isso, o diretor não sabia se mostraria ou não a versão dele do longa da DC.

Além disso, Army of the Dead: Invasão em Las Vegas tem referências a Madrugada dos Mortos. Entre elas, os ônibus usados no filme de 2004, a motosserra de Vanderohe e Guzman atirando em Chambers.

Mais referências

Outras referências vistas estão no cenário de Las Vegas. Na explosão da cidade, há um anúncio abaixo do símbolo da MGM sobre um jogo de realidade virtual para matar zumbis.

Depois, na cidade já tomada, pode-se ver a história de Zeus contada com pinturas na parede do Olimpo. Outra referência é o tigre Valentine, que tem o anúncio visto no hotel Mirage.

Por fim, há também uma propaganda para um show de mágica de Larry Fong. O cineasta foi o diretor de fotografia de Zack Snyder em filmes como 300 e Batman vs Superman.

Zumbis diferentes

Um detalhe que viralizou é que há diferentes zumbis em Army of the Dead. E nesse caso não são os alfas e os zumbis comuns.

O filme da Netflix também tem robôs no meio dos mortos-vivos. A informação foi confirmada pelo próprio diretor Zack Snyder.

Army of the Dead: Invasão em Las Vegas está disponível na Netflix.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio