Robert Pattinson faz 35 anos; veja trajetória e papeis marcantes do ator

De Crepúsculo a The Batman

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Robert Pattinson ganhou grande fama ao viver Edward Cullen em Crepúsculo. Depois disso, ele concentrou-se em fazer filmes mais artísticos e independentes, mas retorna aos holofotes com The Batman.

De início muitos ficaram céticos quando o astro foi anunciado como o herói da DC. Parte dessa preocupação dos fãs foi embora com as primeiras imagens e trailer do filme, mas ainda há quem duvide das capacidades do ator.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Agora vamos mergulhar na trajetória de Robert Pattinson, conforme informações do The Things. Veremos sua carreira e alguns de seus papeis esquecidos, ou que foram cortados inteiramente.

Modelo

Robert Pattinson começou como modelo, assim como muitas outras estrelas de Hollywood. Esses foram seus primeiros passos em Hollywood.

De fato, quem pesquisar no Google vai acabar encontrando algumas das fotos dessa época e são bem estranhas, especialmente agora que o conhecemos em outros papéis.

Eventualmente ele decidiu se tornar ator e contou com apoio de seu pai. Para isso, ele estudou na Harrodian School, nos arredores de Londres. O local tem um famoso programa de atuação, chamado Barnes Theatre Club.

Robert Pattinson sabia que precisava fazer parte disso, para levar sua carreira adiante.

Musicista

O que poucos sabem sobre Robert Pattinson é que ele também sabe cantar e tocar a guitarra, influenciado pela sua irmã mais velha, Lizzy.

A trilha sonora de Crepúsculo traz duas músicas tocadas pelo ator e ambas chegam a aparecer no filme.

Seus pais sempre apoiaram a carreira dos filhos e isso possibilitou que eles seguissem pela via artística. Pattinson pode ter se tornado ator, mas caso tudo dê errado, ele sempre pode se tornar musicista.

Primeiro filme

Aos 17 anos, Robert Pattinson já tinha estrelado algumas peças de teatro e decidiu levar sua carreira para as telinhas. Ele atuou em seu primeiro filme para a TV.

Pattinson estrelou A Maldição do Anel. No filme ele interpretou o personagem Giselher.

Apesar de ser um filme menor, ele já demonstrou sua dedicação ao trabalho desde então, visto que a obra foi filmada na África do Sul. Ele foi até lá para poder gravar suas cenas.

O longa-metragem conta com Max von Sydow no elenco e conta a história de Siegfried e Brunhild, das sagas nórdicas.

Foi cortado de filme de 2004

No mesmo ano de lançamento de A Maldição do Anel, Robert Pattinson chegou a trabalhar em Feira das Vaidades, estrelado por Reese Witherspoon. O problema é que suas cenas foram cortadas.

No longa-metragem ele interpretou o filho da personagem de Witherspoon (apesar de ser somente 10 anos mais novo que ela).

O papel era muito pequeno e acabou sendo cortado inteiramente. O pior é que sequer avisaram o ator desse fato.

Harry Potter

Foi aqui que a maioria das pessoas conheceu o ator. Robert Pattinson não se deixou abalar por ter sido cortado de Feira das Vaidades e logo conseguiu sua grande estreia em Hollywood.

Em 2005, ele, enfim, estreou nas telonas como Cedric Diggory, em Harry Potter e o Cálice de Fogo.

No filme, Pattinson interpreta outro estudante de Hogwarts, mais velho que o personagem titular.

Infelizmente, seu personagem acaba morrendo no fim do filme, mas ele conseguiu ser lançado em Hollywood. E pouco depois veio Crepúsculo.

Quis desistir da carreira

Apesar de ter conseguido entrar em Hollywood com o filme de Harry Potter, demorou um pouco até a carreira do ator deslanchar de verdade.

Nos anos posteriores à sua estreia nas telonas, ele conseguiu apenas papéis menores, como em Uma Vida Sem Regras e Poucas Cinzas: Salvador Dalí, no qual interpretou o personagem titular.

Frustrado, ele pensou em desistir da sua carreira como ator. Isso mudou quando ele conseguiu o papel de Edward Cullen em Crepúsculo, em 2008.

Crepúsculo em diante

Crepúsculo transformou Robert Pattinson em uma grande estrela de Hollywood, algo que ele certamente não esperava de imediato. Muitos atores acabam caindo no ostracismo após estrelarem grandes papéis, mas não foi isso que aconteceu a ele.

Pattinson se manteve na ativa, sempre atuando em projetos diferenciados, muitos juntamente de famosos diretores, incluindo David Cronenberg (Mapas para as Estrelas), James Gray (Z: A Cidade Perdida), Claire Denis (High Life) e Christopher Nolan (Tenet).

Isso, sem dúvidas, foi essencial para que ele conseguisse o papel como o herói da DC em The Batman. Agora vamos aguardar para saber como ele vai se sair como um super-herói.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio