Mais do que você gosta.

Publicidade

Crítica

7 mancadas de The Big Bang Theory que os fãs ignoraram

Essas são as PIORES coisas de TBBT

Publicado por Karol M.

05/03/2022 19:00

Atenção: esse post contém spoilers de The Big Bang Theory!

The Big Bang Theory, já completa em 12 temporadas, foi uma grande série que, de fato, conseguiu conquistar a atenção do público e mesmo hoje, alguns anos após seu fim, continua atingindo novos expectadores graças à sua disponibilidade em streaming, pela HBO Max.

Continua depois da publicidade

A produção conta a história de um grupo de cientistas nerds que tem suas vidas viradas de cabeça para baixo após conhecerem Penny, a vizinha bonita que acabou de se mudar para o apartamento abaixo e faz amizade com os rapazes.

No entanto, à mesma medida em que The Big Bang Theory divertiu os espectadores, a série também carregou ao longo de suas temporadas uma variedade de problemas que acabaram sendo varridos para baixo do tapete pelos espectadores, mas que devemos falar sobre isso.

Confira sete momentos de The Big Bang Theory que envelheceram mal:

Piadas com distúrbios reais

Um dos grandes problemas de The Big Bang Theory (e de muitas outras séries, para falar a verdade) é o modo como distúrbios reais, que de fato atrapalham a vida de muitas pessoas por aí, são abordados como meros alívios cômicos. Por exemplo, Sheldon é frequentemente comparado a alguém no espectro do autismo, mesmo sem isso nunca ter sido comprovado.

Outros personagens também costumam dizer que possuem doenças e distúrbios comportamentais, mas em nenhum momento a série busca se aprofundar em assuntos como mutismo seletivo, ansiedade social ou até mesmo obesidade. Tudo isso só é citado para fins cômicos.

Piadas com a cultura de Raj

Raj, descendente de indianos, lidou com muitos comentários negativos sobre a cultura hindu ao longo da série, com personagens que não tinham nenhum respeito pela herança cultural do personagem e reforçavam estereótipos. Para piorar, The Big Bang Theory nem deu um arco de redenção ao personagem, que terminou sozinho após várias mulheres o rejeitarem por sua cultura.

Abuso emocional

Outro dos grandes problemas da série está em como o abuso emocional é romantizado. A mãe de Leonard abusa emocionalmente de seu filho o tempo todo, mostrando como ela critica tudo relacionado ao rapaz e suas duras avaliações de fato tem um peso profundo no psicológico do personagem. As séries precisam parar de tratar esse tipo de abuso como alívio cômico, urgente!

O comportamento de Howard

Howard não era exatamente um bom exemplo de homem gentil com as mulheres, usando seus conhecimentos tecnológicos para ser um verdadeiro predador: em um episódio, tentou usar ilegalmente um satélite do governo para descobrir a localização da localização da casa das modelos de America’s Next Top Model, além de já ter dado um ursinho de pelúcia com uma webcam escondida para Penny.

A imagem das mulheres

Aliás, a representação feminina em The Big Bang Theory como um todo é bem problemática. Os personagens centrais seguem o estereótipo de nerds virgens que nunca tiveram contato sério com mulheres, e as personagens femininas que entram em cena sempre são vistas por eles como se fossem alienígenas, seres misteriosos e, ainda por cima, inferiores.

Elitismo educacional

Essa inferioridade, aliás, se dá para personagens de qualquer gênero, embora seja mais forte nas mulheres: como os personagens centrais e masculinos são muito inteligentes, grandes cientistas, eles acabam se sentindo superiores aos demais – e por vezes, até entre eles mesmos: Howard é o único que não tem doutorado, e isso já é motivo suficiente para Sheldon menosprezar sua inteligência.

Representação da cultura pop

Esse é um dos principais motivos pelo qual a série fez sucesso: suas referências à cultura pop. No entanto, se pararmos para analisar, até isso poderia ser feito melhor. Ao longo da série, essas referências entram em cena como meros alívios cômicos, para fazer o público se conectar com a série enquanto os personagens ganham essa imagem infantilizada por gostarem de HQs, por exemplo.

Mas se as piadas tivessem sido melhor trabalhadas sem essa misoginia exagerada, ou mesmo se as referências tivessem sido utilizadas em outros tipos de narrativas, o resultado talvez fosse mais brilhante.

The Big Bang Theory está disponível na HBO Max.

Publicidade