Mais do que você gosta.

Publicidade

Curiosidades

Compare personagens de Vikings: Valhalla com as figuras da vida real

Existiram de verdade? Descubra a história por trás da série da Netflix

Publicado por Karol M.

26/02/2022 21:30

Vikings: Valhalla, série de revida de Vikings que funciona como uma espécie de sequência para a história da Era Viking, estreou nesta sexta-feira, 25 de fevereiro, no catálogo da Netflix.

Assim como a produção anterior, a novidade terá como base eventos reais pesquisados por Justin Pollard, consultor histórico da série. Dessa forma, cada um de seus personagens centrais é inspirado em figuras reais, tais como os acontecimentos também são baseados em dados históricos e, apesar de ter algumas adaptações para fins dramáticos, a Netflix promete que a série será o mais fiel possível aos registros.

Continua depois da publicidade

Se você ficou curioso em saber mais sobre as figuras históricas que inspiraram os personagens de Vikings: Valhalla, confira a descrição delas logo abaixo:

Leif Erikson

Sam Corlett interpreta Leif Erikson, também conhecido como “Leif, o Sortudo”, um explorador nórdico que, segundo registros, pode ter sido o primeiro europeu a pisar na América do Norte, antes mesmo de Cristóvão Colombo.

Leif Erikson é filho de Erik, o Vermelho, e se junta à missão de Harald e Canute para vingar os vikings que morreram durante o massacre do Dia de St. Brice. Leif é pagão, mas suas crenças serão testadas ao longo de sua jornada na Inglaterra, já dominada pelo cristianismo.

Freydís Eiríksdóttir

Frida Gustavsson interpreta Freydís Eiríksdóttir. A personagem histórica é irmã de Leif, uma guerreira nórdica e uma das primeiras colonizadoras de Vinland, a área costeira da América do Norte que foi explorada pelos vikings. A série mostra Freydís em confrontos religiosos: ela é pagã e quer se vingar dos cristãos que a estupraram, mas pode descobrir mais mais sobre suas crenças no processo.

Harald Sigurdsson

Leo Suter interpreta Harald Sigurdsson, também conhecido como Harald Hardrada. Ele é o rei da Noruega nos anos de 1046 a 1066 e, na série, é um dos responsáveis pela pela missão de vingança contra os ingleses pelo assassinato dos vikings na Inglaterra. Ele é um viking cristão, mas suas crenças não fazem ele se afastar de pagãos como Freydís e Leif.

Rei Canuto

Bradley Freegard interpreta Rei Canuto (ou Cnut). Também conhecido como “O Grande”, foi rei da Inglaterra, Dinamarca e Noruega. Em Vikings: Valhalla, Canuto lidera a invasão da Inglaterra sob ordens do Rei Æthelred, o Despreparado. Seus planos vão além de vingar os vikings mortos, já que ele quer mesmo é tomar o lugar de Edmund como rei da Inglaterra.

Olaf Haraldsson

Jóhannes Haukur Jóhannesson interpreta Olaf Haraldsson, o Santo. Ele é meio-irmão de Harald e rei da Noruega, servindo como uma espécie de vilão para o enredo de Vikings: Valhalla, na Netflix, já que suas crenças cristãs criarão intrigas entre ele e os demais pagãos.

Jarl Haakon

Caroline Henderson interpreta Jarl Haakon. A personagem é uma adaptação da figura histórica Haakon Ericsson, conde de Lade e governador da Noruega como vassalo do rei Canuto. Na série da Netflix, entra como uma personagem feminina para maior representatividade. Na história real, acredita-se que Haakon morreu em um naufrágio no Pentland Firth no final de 1029 ou início de 1030, e isso pode ser mostrado no futuro de Vikings: Valhalla.

Emma da Normandia

Laura Berlin interpreta Emma da Normandia, que se tornou inglesa, dinamarquesa e norueguesa após se casar com Æthelred e Canuto. A série mostrará ela como a grande mente por trás dos planos dos ingleses. Para tal, contará com a ajuda do conde Godwin, já que não confia em seu próprio enteado, Edmund, que assumiu o trono após a morte de Æthelred.

Príncipe Edmund

Louis Davison interpreta o príncipe Edmund, filho de Æthelred. Na série, ele assume o trono de repente, após a morte do pai, e sua primeira missão já é muito difícil: lidar com a invasão dos vikings.

Vikings: Valhalla já está disponível na Netflix.

Publicidade