Mais do que você gosta.

Publicidade

Contém spoilers

Detalhes escondidos em Stranger Things 4 que os fãs não notaram

Os melhores easter eggs da nova temporada na Netflix

Publicado por Alexandre Guglielmelli

10/06/2022 20:30

Sucesso na Netflix, a 4ª temporada de Stranger Things traz desenvolvimentos cruciais para a história de Eleven e seus amigos. Com um tom bem mais sombrio e violento, os novos episódios começam a preparar o terreno para o desfecho da série. Além disso, o quarto ano conta com vários detalhes que passam despercebidos pelos espectadores.

Goste ou não, Stranger Things é uma das produções mais influentes da Netflix. A 4ª temporada, por exemplo, introduziu a icônica Kate Bush a uma nova geração de fãs. Após o lançamento dos novos episódios, “Running up that Hill” hitou nos principais charts internacionais.

Continua depois da publicidade

Vale lembrar que, devido à extensão cinematográfica dos novos episódios, a 4ª temporada de Stranger Things foi dividida em duas partes. A 1ª já está disponível na Netflix, e a reta final estreia apenas no início de julho.

Enquanto a 2ª parte da 4ª temporada de Stranger Things não estreia na Netflix, listamos abaixo alguns detalhes escondidos que os fãs da série não notaram; confira – e veja se você percebeu.

A apresentação de Will

Na 4ª temporada de Stranger Things, Will Byers faz uma apresentação sobre seu herói Alan Turing. Muitos fãs não perceberam, mas o momento é uma referência à verdadeira sexualidade de Will.

Considerado o “Pai da Computação”, Alan Turing era gay. O cientista sofria com o preconceito da sociedade e a intolerância do governo britânico – mesmo após desempenhar um papel essencial na Segunda Guerra Mundial.

O fato de Will fazer uma apresentação escolar sobre Alan Turing, de acordo com fãs e especialistas, simboliza a verdadeira sexualidade do personagem de Noah Schnapp.

As duas pinturas

Um detalhe muito interessante da 4ª temporada de Stranger Things acontece no duelo entre Eleven e Henry Creel, o personagem de Jamie Campbell Bower.

Duas pinturas podem ser vistas durante o duelo mental. Um arco-íris tradicional (que começa em vermelho e termina em roxo), aparece atrás de Eleven.

O arco-íris que surge atrás de Henry, por sua vez, é invertido. Ou seja: começa em roxo e termina em vermelho. O detalhe é uma referência à ligação de Creel com o Mundo Invertido.

O Hellfire Club

No primeiro episódio da 4ª temporada de Stranger Things, a série mostra que Dustin, Lucas e Mike se juntaram ao Hellfire Club, um clube de Dungeons & Dragons liderado por Eddie Munson.

Mas essa não é a primeira vez que “Hellfire Club” é mencionado em Stranger Things. No episódio de estreia da série, Dustin faz referência à HQ #134 dos X-Men.

Os quadrinhos em questão mostram a luta dos X-Men contra o Hellfire Club, uma organização que deseja se aproveitar dos poderes telepáticos de Jean Grey.

O jogo de xadrez

Quando a 4ª temporada de Stranger Things introduz o relacionamento de Eleven e Henry Creel, o vilão é caracterizado como uma espécie de “mentor compassivo”.

Os dois personagens se enfrentam em um jogo de xadrez, no qual Henry não demora a capturar uma das peças de El. A jogada oferece a ele um senso de segurança e arrogância. Dessa forma, ele começa a subestimar a adversária.

Na verdade, o jogo de xadrez é uma referência ao duelo mental que acontece no episódio final. Henry toma a dianteira, mas ao subestimar os poderes de Eleven, acaba provocando a própria derrota.

Referências à 1ª temporada em Stranger Things 4

Os novos episódios de Stranger Things fazem duas referências ao primeiro ano da série. Na 1ª temporada, Eleven reside secretamente na casa dos Wheeler. Em um dos episódios de estreia, a personagem entra no quarto de Nancy e brinca com a caixinha de música da irmã de Mike.

Na 4ª temporada, Robin faz a mesma coisa ao entrar na casa de Nancy no Mundo Invertido. Além disso, no primeiro ano, Nancy junta as metades de uma fotografia de Barb, o que leva à descoberta do Demogorgon.

Os novos episódios fazem referência a essa cena quando Nancy junta as metades de um desenho da Residência Creel – o que a leva a descobrir a conexão entre Victor Creel e Vecna.

A Hora do Pesadelo

A 4ª temporada de Stranger Things traz várias referências à franquia A Hora do Pesadelo. Entre elas, destaca-se o fato do monstro Vecna ser basicamente um “Freddy Krueger do Mundo Invertido”. Afinal, ele também ataca adolescentes através do subconsciente.

Uma tiktoker sugeriu que, para derrotar Vecna, os personagens de Stranger Things podem utilizar a mesma técnica dos jovens de A Hora do Pesadelo. Ou seja: Eleven vai tirar o monstro do Mundo Invertido e trazê-lo para a Terra, para um duelo de igual para igual.

Além disso, vale lembrar que Robert Englund, o Victor Creel, é o intérprete original de Freddy Krueger em A Hora do Pesadelo.

A porta aberta de Eleven

Em um dos episódios da 4ª temporada de Stranger Things, Mike entra no quarto de Eleven e encontra a porta entreaberta.

O momento é uma referência à relação familiar de Eleven e Hopper. Se você não se lembra, durante a 3ª temporada, o xerife diz para a filha adotiva deixar a porta do quarto aberta enquanto fica com Mike.

A 2ª parte da 4ª temporada de Stranger Things estreia na Netflix em 1 de julho.

Sobre o autor

Alexandre Guglielmelli

Alexandre Guglielmelli

Formado pela PUC Minas, sou especialista em filmes de terror, reality shows e cultura pop. Nas horas vagas, gosto de escrever e oferecer indicações de filmes e séries para os amigos.

Publicidade