Mais do que você gosta.

Publicidade

Curiosidades

Inventando Anna: 5 revelações que golpista fez após a série

Anna Delvey divulga detalhes de sua vida após sucesso na Netflix

Publicado por Karol M.

24/02/2022 20:30

Anna Sorokin, ou Anna Delvey, nome que usa até hoje, teve a história de seus golpes contada pela Netflix através da série biográfica Inventando Anna. Na trama, vimos como ela conseguiu enganar a elite de Nova York, de empresas a bancos, para financiar seu estilo de vida caro.

Agora seu nome voltou para a mídia, Anna cumpriu menos de dois anos de sua sentença de quatro a 12 anos e foi libertada em fevereiro de 2021, tem dado várias revelações sobre a sua vida antes e depois do golpe.

Continua depois da publicidade

Dentre as novidades, estão um pedido de desculpas, revelações de identidades e a notícia de que mais produções baseadas em sua vida estão a caminho.

Ficou curioso? Confira tudo o que a golpista de Inventando Anna divulgou!

Uma série documental está a caminho

Michael Driscoll, chefe de desenvolvimento da Bunim/Murray Productions, revelou ao Deadline que “A história de Anna está muito viva e ainda se desenrolando enquanto falamos”, sobre uma nova série na qual eles estão atualmente trabalhando.

Agora que Anna está fora da prisão, ela mesma contará sua história. Porém, assim como na série da Netflix, todo o dinheiro recebido pela golpista por seus direitos de imagem serão transformados em compensação às vítimas, monitorado pelo OVS.

A nova série acompanhará a atual luta de Anna contra a deportação. Driscoll continua: “Estamos desenvolvendo este projeto com ela há meses – e passamos incontáveis ​​horas no telefone e videochamadas com ela. Ela é uma personagem complicada e fascinante, e estamos ansiosos para contar o próximo capítulo de sua evolução constante.”

A verdadeira identidade de Chase

Muitos espectadores da série da Netflix ficaram curiosos sobre Chase, um personagem fictício que, até onde se sabe, é um interesse amoro de Delvey na série Inventando Anna e foi vagamente baseado em uma pessoa real da vida da golpista.

Em um post recente no Instagram, Delvey brincou que estaria disposta a revelar a verdadeira identidade por trás de Chase, que era um um regular no circuito TED-Talks e teve seu perfil publicado no The New Yorker.

No entanto, ela cobraria para divulgar sua identidade: “Quer saber quem é o verdadeiro ‘Chase’? O veículo de comunicação com o lance mais alto recebe o exclusivo. Os lances começam em US $ 10 mil. Mande uma DM com seu lance”.

Será que alguém vai apostar?

Ela ainda é amiga de Neff Davis

Vimos, na série, um pouco da amizade entre Anna Delvey e e Neff Davis, e as duas ainda são amigas mesmo após tudo ter sido exposto. No Instagram, Delvey compartilhou uma foto de Davis, com um emoji de coração com os dizeres “sinto falta dos meus amigos”.

E é recíproco! Davis falou ao Bustle sobre a amizade das duas: “Anna é minha amiga e sempre será. Tivemos que nos conhecer novamente e desenvolver limites saudáveis. Bloqueamos e desbloqueamos um ao outro, choramos e rimos. Eu estou com ela.”

Anna Delvey se desculpou ao The New York Times

Emily Palmer, do The New York Times, disse em legenda de publicação no Instagram: “Anos depois que Anna Sorokin me disse que ‘não estava arrependida’ pelos crimes financeiros pelos quais foi condenada sob outro nome (@theannadelvey), telefonei a falsa herdeira em sua penitenciária em Goshen, Nova York, para fazer a mesma pergunta novamente.”

Ela lembra que conheceu Anna em 2019, mas que “muita coisa mudou nos três anos desde a primeira entrevista”. Palmer continuou: “e na semana passada, gastamos muito tempo nos atualizando – e muito dinheiro também. 21 telefonemas, uma enorme quantidade de mensagens de texto e 191,30 dólares depois, minhas perguntas e respostas para @nytimes está disponível agora.”

Ao The New York Times, Delvey admitiu e pedi desculpas: “Sinto muito pela maneira como meu caso está sendo percebido. E sinto muito por ter recorrido a essas ações quais as pessoas pensam que estou me glorificando agora. Sinto muito pelas escolhas que fiz. Definitivamente, não sinto que o mundo seria um lugar melhor se as pessoas estivessem apenas tentando ser mais como eu.”

Anna contará sua história em um livro

E além da série da Netflix e do documentário já em desenvolvimento, Anna contará suas histórias de vida e de arrependimento em um livro que, segundo ela própria, começou a escrever ainda quando estava na prisão.

Ela compartilhou: “Não estou tentando encorajar as pessoas a cometer crimes. Estou apenas tentando esclarecer como tirei o melhor proveito da minha situação, sem tentar glorificá-la. É isso que estou criando com essa história.”

No entanto, ainda não há previsão de quando o projeto será lançado.

Inventando Anna está disponível na Netflix.

Publicidade